Rinometria acústica em crianças submetidas à disjunção maxilar

Rinometria acústica em crianças submetidas à disjunção maxilar

Título alternativo Acoustic rhinometry in children undergoing a rapid maxillary expansion
Autor Cappellette Jr., Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Carlini, Daniela Autor UNIFESP Google Scholar
Pignatari, Shirley Shizue Nagata Autor UNIFESP Google Scholar
Cruz, Oswaldo Laércio Mendonça Autor UNIFESP Google Scholar
Weckx, Luc Louis Maurice Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição USF
UNICASTELO
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
ABO
FAMOSP
Resumo AIM: this research study was carried out by professionals of the Paulista School of Medicine - UNIFESP and it relates to the Pediatric Otorhinolaryngology subject. The current study aimed at checking the behaviour of the maxillary dysjunction and its influence in the nasal cavity of children between 7 and 8 years of age who underwent acoustic rhinometry. METHODS: 20 mouth-breathing subjects presenting maxillary atresia diagnosed clinically were evaluated. Subjects underwent objective evaluation of the nasal cavity before and after maxillary dysjunction by means of acoustic rhinometry. Results of the minimal transverse area (MCA1) and the nasal mass (VOL1 and VOL2) were analyzed. RESULTS: in the left side, MCA1 and MCA2 results before maxillary dysjunction were smaller than MCA1 and MCA2 after maxillary dysjunction. In the right side, MCA1 before maxillary dysjunction was smaller than MCA1 after maxillary dysjunction. Such increaments showed to be statistically significant. CONCLUSION: acoustic rhinometry is an objective method of evaluating the variation of the nasal cavity. Maxillary dysjunction causes a significant increase in the nasal cavity area and volume.

OBJETIVO: este estudo foi realizado na Disciplina de Otorrinolaringologia Pediátrica da Escola Paulista de Medicina - UNIFESP, com o objetivo de verificar o comportamento da disjunção maxilar e sua influência na cavidade nasal em crianças de 7 a 8 anos de idade submetidas à rinometria acústica. METODOLOGIA: foram avaliadas 20 crianças respiradoras bucais, portadoras de atresia maxilar diagnosticada clinicamente e submetidas à avaliação objetiva da cavidade nasal pré-disjunção maxilar e pós-disjunção maxilar por meio de rinometria acústica, analisando-se os resultados das áreas transversais mínimas (MCA1 e MCA2) e volumes nasais (VOL1 e VOL2). RESULTADOS: os resultados de MCA1 e MCA2 pré-disjunção maxilar apresentaram-se menores que os valores de MCA1 e MCA2 pós-disjunção maxilar do lado esquerdo; à direita, a MCA1 pré-disjunção maxilar mostrou-se menor que a MCA1 pós-disjunção maxilar, aumentos estes estatisticamente significantes, já os VOL1 e VOL2 pré-disjunção foram menores que o VOL1 e VOL2 pós-disjunção maxilar em ambos os lados, ou seja, os resultados desta diferença foram estatisticamente significantes. CONCLUSÃO: a rinometria acústica é um método objetivo para avaliar a variação da cavidade nasal. A disjunção maxilar promove um aumento significante da área e volume da cavidade nasal.
Assunto Maxillary atresia
Rapid maxillary expansion
Acoustic rhinometry
Mouth breathing
Atresia maxilar
Disjunção maxilar
Rinometria acústica
Respiração bucal
Idioma Português
Data 2006-04-01
Publicado em Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial. Dental Press Editora, v. 11, n. 2, p. 84-92, 2006.
ISSN 1415-5419 (Sherpa/Romeo)
Editor Dental Press Editora
Extensão 84-92
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1415-54192006000200011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1415-54192006000200011 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2988

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1415-54192006000200011.pdf
Tamanho: 93.46Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta