Depressão em graduandos de Enfermagem

Depressão em graduandos de Enfermagem

Título alternativo Depression among Nursing undergraduate Students
Depresión en graduandos de Enfermería
Autor Garro, Igor Moreira Barbosa Google Scholar
Camillo, Simone De Oliveira Google Scholar
Nóbrega, Maria Do Perpétuo Socorro De Sousa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Faculdade de Medicina da Fundação do ABC Santo André Curso de Enfermagem
Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo Instituto de Saúde
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: to explore depressive episodes among nursing undergraduate students from the School of Nursing in the College of Medicine of ABC METHODS: this was a descriptive exploratory study. The Beck Depression Inventory was used to measure depressive episodes. One hundred and nineteen undergraduate nursing students participated in this study. RESULTS: thirty three (22.06%) of nursing undergraduate students reported depressive episodes. CONCLUSION: this is an important finding because nursing undergraduate students may need to have more psycho-social support to prepare them to cope with stressful patient situations.

OBJETIVO: la propuesta en este artículo fue averiguar el número de graduandos de Enfermería, de la Facultad de Medicina del ABC, que se presentan con síntomas de depresión. MÉTODOS: estudio exploratorio cuyo instrumento utilizado fue el Inventario de Depresión de Beck. La población estuvo constituida por 119 discentes. RESULTADOS: la población estudiada merece significativa atención pues, de los 119 alumnos del pregrado en enfermería, el 26,06% (33) presentaron síntomas indicativos de depresión. Estos números son importantes, debido a que demuestran que esa población vivencia situaciones conflictivas diariamente, pudiendo ser responsables del desencadenamiento de los síntomas de depresión. CONCLUSIÓN: es relevante mostrar la necesidad de crear programas de soporte psicológico a los alumnos de pregrado en enfermería a lo largo de su formación profesional, con el objetivo de ofrecerle soporte para lidiar con las situaciones de sufrimiento psíquico.

OBJETIVO: a proposta deste artigo foi a de averiguar o número de graduandos de Enfermagem da Faculdade de Medicina do ABC que se apresentam com sintomas indicativos de depressão. MÉTODOS: estudo exploratório e o instrumento utilizado foi o Inventário de Depressão de Beck. A população foi constituída de 119 discentes. RESULTADOS: apontam que a população estudada merece significativa atenção uma vez que, dos 119 alunos do curso de graduação em enfermagem, 33 (26,06%) apresentaram sintomas indicativos de depressão. Estes números são importantes, pois demonstram que essa população vivencia situações conflituosas no dia-a-dia, podendo ser estas responsáveis pelo desencadeamento de sintomas indicativos de depressão. CONCLUSÃO: é de grande relevância mostrar a necessidade da criação de programas de suporte psicológico aos alunos de graduação em enfermagem de todas as séries, objetivando oferecer suporte para lidarem com as situações de sofrimento psíquico.
Assunto Depression
Students nursing
Mental health
Depressão
Estudante de enfermagem
Saúde mental
Idioma Português
Data 2006-06-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 19, n. 2, p. 162-167, 2006.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo)
Editor Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 162-167
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002006000200007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-21002006000200007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3082

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0103-21002006000200007.pdf
Tamanho: 257.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta