Audição: abordagem do pediatra acerca dessa temática

Audição: abordagem do pediatra acerca dessa temática

Título alternativo Hearing: a pediatrician s approach
Autor Zocoli, Angela Maria Fontana Google Scholar
Riechel, Fabiana Coelho Google Scholar
Zeigelboim, Bianca Simone Autor UNIFESP Google Scholar
Marques, Jair Mendes Google Scholar
Instituição Universidade Tuiuti do Paraná
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Tuiuti do Paraná Programa de Mestrado em Distúrbios da Comunicação
Universidade Federal do Paraná
Universidade Tuiuti do Paraná Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação
Resumo Hearing plays a fundamental role in a child s global development; however, some professionals do not realize how much they may contribute to mitigate the sequelae caused by hearing impairment. AIM: to collect data on pediatricians approaches in a city in the country side of Santa Catarina State, regarding the early detection of hearing impairment and identify the methodology utilized for its diagnosis. STUDY DESING: Historical Cohort with Cross-Sectional Cohort. MATERIALS AND METHODS: Analysis of questionnaires with nine multiple choice questions and ten open questions. RESULTS: 62% reported that their training in hearing disorders happened during their medical course; high risk patients are referred to the otorhinolaryngologist (92%); 83% said they are aware of the evaluation techniques; 55% stated they were not aware of the different types of hearing loss; only 25% reported they knew about the levels of hearing loss and 42% of the interviewees believe a child may have fruitful use of a hearing aid before six months of age. CONCLUSION: There is the need of more information about the importance of early diagnosis, as well as the methods used for this end.

A audição exerce fundamental importância no desenvolvimento global da criança, porém, alguns profissionais desconhecem a contribuição que podem dar para reduzir ou minimizar as seqüelas deixadas por uma perda auditiva. OBJETIVO: Coletar dados referentes à conduta dos pediatras, de uma cidade do interior de Santa Catarina, frente à detecção precoce da deficiência auditiva e identificar a metodologia utilizada para o diagnóstico. FORMA DE ESTUDO: Coorte histórico com corte transversal. MATERIAL E MÉTODO: Análise de questionários, com dez questões abertas e nove fechadas. RESULTADOS: 62% informaram que sua formação sobre deficiência auditiva ocorreu durante a graduação; conduta nos casos de alto risco (92%) é o encaminhamento ao otorrinolaringologista; 83% referem conhecer as técnicas de avaliação, 55% afirmam desconhecer os tipos de perda auditiva, apenas 25% mencionam conhecer os graus de perda auditiva e 42% dos entrevistados acreditam que uma criança pode fazer uso da prótese auditiva antes dos seis meses. CONCLUSÃO: A necessidade de mais informações sobre a importância do diagnóstico precoce, bem como dos métodos utilizados para realização deste, mostrou-se evidente neste estudo.
Assunto children
pediatrics
hearing disorders
crianças
pediatria
transtornos da audição
Idioma Português
Data 2006-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 72, n. 5, p. 617-623, 2006.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Editor ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 617-623
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992006000500007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992006000500007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3321

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-72992006000500007.pdf
Tamanho: 244.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta