Aspectos psicológicos e qualidade de vida em pacientes com melanoma uveal durante o processo de tratamento por remoção do bulbo ocular

Aspectos psicológicos e qualidade de vida em pacientes com melanoma uveal durante o processo de tratamento por remoção do bulbo ocular

Título alternativo Psychological aspects and quality of life in uveal melanoma patients during the treatment process by ocular bulb remotion
Autor Amaro, Terezinha Aparecida Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Erwenne, Clélia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To evaluate prospectively the emotional repercussions in the individual with uveal melanoma and surgical indication in three phases: diagnosis and preoperative, postsurgery and late postsurgery. METHODS: Clinical qualitative study based on the following instruments: STAI - State, Trait Anxiety Inventory; BDI - Beck Depression Inventory; Quality of Life Questionaire SF-36. RESULTS: The sample of this study consisted of 20 patients, 13 males and seven females, with average age of 52 years. Before surgery: the patients appear fragile and impacted by diagnosis and treatment. The state of depression indicates a minimum to light state. Anxiety has the state increased in relationship to Trait. Quality of Life has the emotional and physical aspects affected. Three months after surgery: the Depression shows to light to serious state. Anxiety has the state considerably increased. Quality of Life has most aspects affected: the physical, vitality, social, mental health and emotional aspects being the most affected. One year after surgery: the State of Anxiety decreases considerable. The Trait of Anxiety is maintained in most patients when compared to the first evaluation. Depression shows a minimum state. Quality of Life has most of its aspects balanced. CONCLUSION: After three months of surgery the patients appear more fragile with adaptation difficulty, Anxiety and Depression increasing. This period revealed to be the worst moment. One year after surgery, they appear more structured and with a more balanced Quality of Life.

OBJETIVO: Avaliar prospectivamente as repercussões emocionais no indivíduo com melanoma uveal e indicação cirúrgica em três momentos: diagnóstico e pré-cirúrgico, pós-cirúrgico e pós-cirúrgico tardio. MÉTODOS: Trata-se de estudo clínico-qualitativo, no qual se utilizaram os seguintes instrumentos: Inventário de Ansiedade Traço/Estado - IDATE; Inventário de Depressão Beck e o Questionário de Qualidade de Vida SF-36. RESULTADOS: Participaram do estudo, inicialmente, 20 pacientes, 13 homens e sete mulheres, com idade média de 52 anos e, num segundo momento, 16 estavam disponíveis. No momento pré-cirúrgico, o Estado de Ansiedade está aumentado em relação ao Traço. O índice de Depressão indica um estado mínimo a leve e a Qualidade de Vida revela que os aspectos físicos e emocionais são os mais afetados. No pós-cirúrgico de três meses, o Traço de Ansiedade está consideravelmente elevado, o índice de Depressão mostra um estado leve a grave e na Qualidade de Vida os aspectos mais atingidos são os físicos, sociais e emocionais, além da vitalidade e da saúde mental. No pós-cirúrgico de um ano, o Traço de Ansiedade se mantém semelhante ao da primeira avaliação, o Estado de Ansiedade diminui consideravelmente, a Depressão cai para um índice mínimo e a Qualidade de vida mostra a maioria dos aspectos equilibrados. CONCLUSÕES: Após três meses da cirurgia, os pacientes se mostram mais frágeis, com dificuldade de adaptação, com aumento do grau de depressão e ansiedade. Esse foi o pior período para os pacientes. Após um ano da cirurgia, mostram-se mais estruturados e com os aspectos de Qualidade de Vida mais equilibrados.
Assunto Uveal neoplasy
Uveal neoplasms
Ocular enucleation
Ocular enucelation
Anxiety
Depression
Quality of life
Neoplasias uveais
Enucleação ocular
Ansiedade
Depressão
Qualidade de vida
Idioma Português
Data 2006-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 69, n. 6, p. 889-894, 2006.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 889-894
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492006000600019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492006000600019 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3342

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492006000600019.pdf
Tamanho: 67.63Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta