Tremor essencial: caracterização clínica de uma amostra de 176 pacientes

Tremor essencial: caracterização clínica de uma amostra de 176 pacientes

Título alternativo Essential tremor: clinical evaluation of 176 patients
Autor Borges, Vanderci Autor UNIFESP Google Scholar
Ferraz, Henrique Ballalai Autor UNIFESP Google Scholar
Andrade, Luiz Augusto Franco de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo We reviewed the clinical records of 176 patients with essential tremor (ET) according to sex, age of onset, family history, tremor characteristics and body distribution. The patients were divided into two groups: familial (F) and non familial (NF). A positive family history for tremor was observed in 47,2% of the patients. Action and postural tremor were the most frequent characteristic (49,4%), postural alone in 26,7% and action alone in 9,1%. Rest tremor was recorded in 10,2%, always associated with other characteristics. There were no clinical differences between the F and NF groups. Hands were involved in 94,9% and the head in 26,5%. Isolated tremor of the hands was the most frequent form of presentation with some greater frequency in males. Sixty per cent of the patients who presented head tremor either isolated or not, were females. The presence or absence of family history did not show difference in this proportion. The age of onset ranged between 4 and 85 years. In the F group a lower mean of onset (36,5 years) was seen in males with statistical significance. In male patients with combined action and postural tremor a lower age of onset was found. The fact of a patient having either parent affected by ET produced no difference in the age of onset. Familial or non familial ET bearing some differences, may not be considered as distinct entities.

Revisamos os registros de 176 pacientes com tremor essencial (TE) quanto à história familiar, características do tremor, distribuição anatômica, idade de início dos sintomas. Os pacientes foram divididos em dois grupos: familiar (F) e não familiar (NF). História familiar de tremor foi encontrada em 47,2% da amostra. O tremor de ação e postura ocorreu combinadamente em 49,4%, somente de postura em 26,7% e somente de ação em 9,1%. O tremor de repouso foi registrado em 10,2%, sempre associado a outras características. Não houve diferenças clínicas entre os grupos Fe NF As mãos foram acometidas em 94,9% e a cabeça em 26,5%. O acometimento isolado das mãos foi mais frequente no sexo masculino, enquanto o tremor de cabeça foi mais frequente no sexo feminino. A idade de início variou de 4 a 85 anos e se mostrou significantemente menor nos pacientes do sexo masculino com história familiar (36,5 anos) e também nos pacientes do sexo masculino com tremor de ação e postura combinados. A idade de início não foi diferente quando se compararam grupos de pacientes com a mãe ou o pai acometidos. Embora existam diferenças nesta amostra, elas não são suficientes para considerar o TE familiar e o não familiar como entidades distintas.
Assunto essential tremor
clinical characteristics
genetics
tremor essencial
características clínicas
hereditariedade
Idioma Português
Financiador Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data 1994-06-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 52, n. 2, p. 161-165, 1994.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Editor Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 161-165
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1994000200005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X1994000200005 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/338

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-282X1994000200005.pdf
Tamanho: 612.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta