Modelo experimental de lesão raquimedular em ratos com dispositivo para acesso de agentes terapêuticos locais

Modelo experimental de lesão raquimedular em ratos com dispositivo para acesso de agentes terapêuticos locais

Título alternativo Experimental model of spinal cord injury in rats with a device for local therapeutic agents access
Autor Braga Silva, Jefferson Autor UNIFESP Google Scholar
Gehlen, Daniel Google Scholar
Roman, Javier A. Google Scholar
Machado, Denise Cantarelli Google Scholar
Costa, Jaderson Costa Da Google Scholar
Faúndez, Manuel Google Scholar
Orsi, Victor Vieira Google Scholar
Braga, Rafael Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo An experimental model of spinal cord injury at a precise and reproducible site is an extremely important tool for studying new therapies in spinal cord injuries. OBJECTIVES: To develop an experimental model of spinal cord injury in rats that is able to produce a complete injury (paraplegia) and placing a system enabling agents access close to injury site in order to test local therapeutic agents. METHODS: Fifteen Wistar rats were submitted to surgical transection of the spine, performed by using scissors at the level of T-13 to L-3 vertebral bodies, and, at the end of the procedure, to the insertion of a subdermal catheter intended to enable local therapeutic agents access to injury site. RESULTS: An experimental model of paraplegia was consistently developed by adding a supplementary catheter for local therapeutic agents access to injury site. CONCLUSION: An animal model of spinal cord injury and a system for local therapeutic agents access can be reproduced for the study of different modifiers of the regenerative response in a model of rats with spinal cord injury.

Um modelo experimental de lesão raquimedular com localização precisa e reproduzível é uma ferramenta extremamente importante para o estudo de novas terapias em lesões raquimedulares. OBJETIVOS: Desenvolver um modelo experimental de lesão raquimedular em ratos que produza lesão completa (paraplegia) com o posicionamento de um sistema que permita o acesso de agentes próximo ao local da lesão para testar agentes terapêuticos locais. MÉTODOS: Quinze ratos Wistar foram submetidos à transecção cirúrgica da medula espinhal, realizada com o uso de tesoura ao nível dos corpos vertebrais de T-13 a L-3 e, ao final do procedimento, à implantação de um cateter subcutâneo para o acesso de agentes terapêuticos locais ao local da lesão. RESULTADOS: Um modelo experimental de paraplegia foi consistentemente desenvolvido com a adição suplementar de um cateter para o acesso de agentes terapêuticos locais ao local da lesão. CONCLUSÃO: Um modelo animal de lesão raquimedular e um sistema para o acesso de agentes terapêuticos locais pode ser reproduzido para o estudo de diferentes modificadores da resposta regenerativa em um modelo de ratos com lesão raquimedular.
Assunto Spinal cord
Paraplegia
Rats
Medula espinhal
Paraplegia
Ratos
Idioma Português
Data 2007-01-01
Publicado em Acta Ortopédica Brasileira. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 15, n. 3, p. 155-157, 2007.
ISSN 1413-7852 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 155-157
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522007000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-78522007000300007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3446

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1413-78522007000300007.pdf
Tamanho: 310.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta