Fraturas diafisárias de fêmur em crianças e adolescentes

Fraturas diafisárias de fêmur em crianças e adolescentes

Título alternativo Femoral shaft fractures in children and adolescents
Autor Cunha, Fernando Milton Da Autor UNIFESP Google Scholar
Figueiredo, Leandro Azevedo De Google Scholar
Coelho, Luís Felipe Albeny Google Scholar
Malheiros, Dorotéa Starling Google Scholar
Terra, Dalton Lopes Google Scholar
Lima, César Luís Ferreira Andrade Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UFMG Departamento do Aparelho Locomotor
Hospital Maria Amélia Lins Núcleo de Ensino e Pesquisa
Hospital da Baleia
Hospital Maria Amélia Lins
Resumo Seventy one patients below the age of 16, with 72 shaft femur fractures occurred between January 1995 and December 1998, were evaluated. The purpose of the study was to understand the descriptive aspects of the fractures and appraise the employed treatment. Age was the key criterion for treatment choice, with those under 3 years old (Group I) being treated with immediate spica cast; those between 3 and 10 years (Group II) were treated with traction followed by spica cast, and those over 11 years old (Group III) with conservative or surgical therapy. Mean age was 6.3±3.8 years with a prevalence of males and closed fractures. Traffic accident was the most common injury cause. The fracture was in the middle third in 60.6% of the cases, in the proximal third in 23.9%, and in the distal third in 15.5%. Ninety three percent were simple trace fractures, 4.2% comminutive and 2.8% segmental. Associated injuries were identified in 35.2% of the patients. All fractures in Groups I, II and 60.0% of those in group III were treated conservatively. Complications seen until bone union were: discrepancy, infection at the wire path, vicious union and limited knee motion. The average time for union was 8.6±3.4 weeks, varying with age. We conclude that the studied fractures' characteristics were similar to those described by current literature and that the employed treatment showed good outcomes.

Foram avaliados 71 pacientes com idade abaixo de 16 anos, portadores de 72 fraturas diafisárias do fêmur, ocorridas de 01/1995 a 12/1998. Os objetivos do estudo foram conhecer aspectos descritivos dessas fraturas e avaliar o tratamento empregado. A idade foi o principal critério para escolha do tratamento, sendo aqueles abaixo de 3 anos (Grupo I) tratados com gesso imediato, os de 3 a 10 anos (Grupo II) com gesso após tração e os acima de 11 anos (Grupo III) de modo conservador ou cirúrgico. A média de idade foi 6,3±3,8 anos, havendo predomínio do gênero masculino e de fraturas fechadas. Acidente de trânsito foi o mecanismo de lesão mais comum. A fratura localizou-se no terço médio, em 60,6% dos casos, no proximal em 23,9% e no distal em 15,5%. Noventa e três porcento eram fraturas de traço simples, 4,2% cominutivas e 2,8% segmentares. Lesões associadas foram identificadas em 35,2% dos pacientes. Todas fraturas nos Grupos I e II e 60% daquelas no Grupo III foram tratadas conservadoramente. As complicações observadas até a união óssea foram: discrepância, infecção no trajeto do fio, consolidação viciosa e limitação de movimento do joelho. O tempo médio de consolidação foi 8,6±3,4 semanas, variando com a idade. Concluiu-se que as características das fraturas estudadas foram semelhantes às citadas na literatura e que o tratamento empregado apresentou bom resultado.
Assunto Femoral fractures
Child
Adolescent
Fraturas do fêmur
Criança
Adolescente
Idioma Português
Data 2007-01-01
Publicado em Acta Ortopédica Brasileira. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 15, n. 2, p. 80-83, 2007.
ISSN 1413-7852 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 80-83
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522007000200004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1413-78522007000200004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3452

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1413-78522007000200004.pdf
Tamanho: 165.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta