Experimental study comparing the tensile strength of different surgical meshes following aponeurotic-muscle deformity synthesis on Wistar rats

Experimental study comparing the tensile strength of different surgical meshes following aponeurotic-muscle deformity synthesis on Wistar rats

Título alternativo Estudo experimental comparando a resistência tênsil de diferentes tipos de telas cirúrgicas após síntese de defeito músculo-aponeurótico em ratos Wistar
Autor D'acampora, Armando José Autor UNIFESP Google Scholar
Kestering, Darlan De Medeiros Google Scholar
Soldi, Marly Da Silveira Google Scholar
Rossi, Lucas Félix Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Florianópolis Hospital General Surgery
UNISUL Experimental Surgery and Operative Technique Division
UFSC
UNISUL
Resumo PURPOSE: To assess the tensile strength of polypropylene and polypropylene associated with polyglactin meshes (Vypro II® - Ethicon®, Somerville, NJ, USA) in a situation of partial separation of abdominal muscle aponeurosis on rats. METHODS: Thirty rats were used of the Wistar strain, which were randomized into two groups of 15 specimens each. In both groups an aponeurotic-muscle deformity was created on the abdominal wall measuring 3.0 x 1.0 cm, which was closed with polypropylene mesh (polypropylene group) or Vypro® mesh (vypro group). After 28 days the rats underwent euthanasia and an area was removed from the abdominal wall with which a strip was made measuring 2.0 cm in length and 6.0 cm in width comprising the abdominal muscles with the implanted mesh. This sample was placed in a mechanical test machine in which a constant force was applied contrary to the tissue strips. Maximum force expressed in Newton was considered until full rupture of the sample occurred. The non-parametric Kruskal - Wallis test was used for statistical analysis admitting p<0.05. RESULTS: Out of the thirty animals, there were two deaths in the vypro group and one unit in the polypropylene group was lost. One animal in the polypropylene group developed hernia during the study and another one developed granuloma of the abdominal wall. All animals in both groups developed epiplon adherence to the mesh. The average force was 48.08 N for the polypropylene group and 45.32 for the vypro® group. CONCLUSION: In these experimental conditions it could be observed that there is no statistically significant difference in the rupture force of the polypropylene and Vypro® meshes (p=0.54).

OBJETIVO: Avaliar a resistência tênsil das telas de polipropileno e polipropileno associado à poliglactina (Vypro II® - Ethicon®, Somerville, NJ, USA) em situação de afastamento parcial da aponeurose dos músculos abdominais em ratos. MÉTODOS: Foram utilizados trinta ratos da linhagem Wistar randomizados em dois grupos de quinze exemplares cada um. Em ambos os grupos criou-se um defeito músculo-aponeurótico na parede abdominal medindo 3,0 x 1,0 cm que foi fechado com tela de polipropileno (grupo polipropileno) ou Vypro® (grupo vypro). Após 28 dias, foi feita a eutanásia e retirou-se uma área da parede abdominal com a qual fez-se uma tira medindo 2,0 cm de comprimento por 6,0 cm de largura englobando os músculos abdominais com a tela implantada. Essa amostra foi presa em máquina de ensaios mecânicos na qual se aplicou força constante contrária às tiras de tecido. Foi considerada a força máxima expressa em Newton até ocorrer a ruptura total da amostra. Para a análise estatística, utilizou-se teste não paramétrico de Kruskal - Wallis admitindo-se p<0,05. RESULTADOS: Ocorreram dois óbitos do grupo vypro e uma unidade do grupo polipropileno foi perdida no teste mecânico. Um animal do grupo polipropileno desenvolveu hérnia durante o período do estudo e outro desenvolveu um granuloma de parede abdominal. Todos os animais de ambos os grupos desenvolveram aderência de epíplon à tela. A média das forças foi de 48.08 N para o grupo polipropileno e 45.32 N para o grupo vypro®. CONCLUSÃO: A tela de polipropileno apresentou uma força média de resistência à tração maior quando comparada com a de Vypro® nessas condições experimentais.
Assunto Surgery
Surgical Mesh
Tensile Strength
Wistar, Rats
Cirurgia
Telas Cirúrgicas
Resistência à Tração
Ratos Wistar
Idioma Inglês
Data 2007-02-01
Publicado em Acta Cirurgica Brasileira. Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia, v. 22, n. 1, p. 47-52, 2007.
ISSN 0102-8650 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Extensão 47-52
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-86502007000100009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000258524100009
SciELO S0102-86502007000100009 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3506

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-86502007000100009.pdf
Tamanho: 333.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta