Drenagem endoscópica transmural de pseudocisto pancreático: resultados a longo prazo

Drenagem endoscópica transmural de pseudocisto pancreático: resultados a longo prazo

Título alternativo Transmural endoscopy drainage of pancreatic pseudocyst: long-term outcome
Autor Abreu, Rone Antônio Alves De Google Scholar
Carvalho Jr., Joaquim Alves Google Scholar
Vaz, Filinto Anibal Alagia Autor UNIFESP Google Scholar
Ota, Luiz Hirotoshi Autor UNIFESP Google Scholar
Speranzini, Manlio Basílio Google Scholar
Instituição Conjunto Hospitalar do Mandaqui
Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Faculdade de Medicina do ABC
Resumo BACKGROUND: Pancreatic pseudocysts are relatively common complications of pancreatitis in adults. OBJECTIVE: To evaluate the long-term results from transmural endoscopic drainage and thus to establish its role in managing pancreatic pseudocyst. METHODS: Fourteen patients with pancreatic pseudocyst were studied. Their main complaint was pain in the upper levels of the abdomen. They presented palpable abdominal mass and underwent cystogastrostomy (n = 12) and cystoduodenostomy (n = 2), with clinical follow-up using abdominal computed tomography for up to 51 months. Retrograde endoscopic cholangiopancreatography was attempted in all cases to study the pancreatic duct and classify the cysts. RESULTS: There were 10 cases (71.5%) of chronic pancreatitis that had become acute through alcohol abuse and 4 (28.5%) that had become acute through biliary disorders. Both types of endoscopic drainage (cystogastrostomy and cystoduodenostomy) were effective. There was no change in the therapeutic management proposed. Migration of the orthesis into the pseudocyst at the time of insertion (two cases) was the principal complication, and these could be removed during the same operation, by means of a Dormia basket, with the aid of fluoroscopy. There has so far not been any mortality or relapse. The mean hospital stay was 3 days. CONCLUSION: Transmural endoscopic drainage was an efficacious form of therapy, presenting a low complication rate and no mortality, and only requiring a short stay in hospital.

RACIONAL: Os pseudocistos pancreáticos são complicações relativamente comuns em pacientes adultos com pancreatite. OBJETIVO: Avaliar os resultados a longo prazo da drenagem endoscópica transmural, estabelecendo seu papel no manejo do pseudocisto pancreático. MÉTODOS: Foram estudados 14 pacientes com pseudocisto de pâncreas, cuja principal queixa à apresentação foi dor no andar superior do abdome e massa abdominal palpável, submetidos a cistogastrostomia (n = 12) e cistoduodenostomia (n = 2), acompanhados clinicamente e com tomografia computadorizada de abdome por até 51 meses. A colangiopancreatografia endoscópica retrógrada era tentada em todos os casos para estudo do ducto pancreático e classificação dos cistos. RESULTADOS: A pancreatite crônica alcoólica agudizada foi responsável por 10 casos (71,5%) e a biliar por 4 (28,5%). As duas formas de drenagens (cistogastrostomia e cistoduodenostomia) endoscópicas foram efetivas. Não houve mudança na conduta terapêutica proposta; em dois pacientes a migração da órtese para o interior do pseudocisto, no momento da inserção, foi a principal complicação, sendo possível sua retirada no mesmo ato, com o uso da cesta de Dormia, sob o auxílio de fluoroscopia. Não houve mortalidade, nem recidiva até o momento. O tempo médio de permanência hospitalar foi de 3 dias. CONCLUSÃO: A drenagem endoscópica transmural se apresentou como terapêutica eficaz, com baixo índice de complicações, mortalidade nula e pequeno tempo de internação hospitalar.
Assunto Pancreatic pseudocyst
Drainage
Stents
Endoscopy, gastrointestinal
Pseudocisto pancreático
Drenagem
Contenedores
Endoscopia gastrointestinal
Idioma Português
Data 2007-03-01
Publicado em Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 44, n. 1, p. 29-34, 2007.
ISSN 0004-2803 (Sherpa/Romeo)
Editor Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Extensão 29-34
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032007000100007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-28032007000100007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3556

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-28032007000100007.pdf
Tamanho: 2.803Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta