Limiares de audibilidade em altas freqüências em crianças com história de otite média secretora bilateral

Limiares de audibilidade em altas freqüências em crianças com história de otite média secretora bilateral

Título alternativo Audibility threshold for high frequencies inchildren with medical history of multiples episodes of bilateral secretory otitis media
Autor Ferreira, Mônica de Sá Google Scholar
Almeida, Katia de Autor UNIFESP Google Scholar
Atherino, Ciríaco Cristóvão Tavares Google Scholar
Instituição Universidade Veiga de Almeida
Universidade Estácio de Sá Curso de Pós-Graduação em Audiologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Santa Casa de São Paulo Faculdade de Ciências Médicas Curso de Fonoaudiologia
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Ministério da Saúde Hospital Geral de Ipanema Serviço de Otorrinolaringologia
Resumo Relatively poorer audibility threshold for high frequency was found in children with medical history of multiples episodes of secretory otitis media. AIM: to characterize the audibility threshold for high frequencies in normal-hearing children with medical history of multiples episodes of bilateral secretory otitis media. MATERIALS AND METHODS: a sample of 31 children, from both genders, was divided in two groups: 14 subjects who had not more than 3 episodes of bilateral secretory otitis media (Group 1) and 17 subjects that experienced at least 4 episodes of this condition (Group 2). Pure-tone air conduction audiometry was tested at frequencies 9,000 to 18,000 Hz. STUDY DESIGN: transversal prospective. RESULTS: there was no difference between audibility thresholds comparing right and left ears of subjects of both Group 1 and Group 2 in all tested frequencies. However, there was difference between audibility thresholds between subjects of Group 2 compared to Group 1 in all tested frequencies. CONCLUSION: 1- There was an increase in audibility thresholds with the increase in frequency . 2- High frequency audiometry separates subjects with history of at least four episodes of secretory otitis media, suggesting that these episodes are sufficient to promote statistically significant difference in high frequency thresholds.

Existem achados na literatura de limiares elevados em altas freqüências em crianças com história de otite média secretora. OBJETIVO: Caracterizar os limiares de audibilidade nas altas freqüências em crianças normo-ouvintes com história de múltiplos episódios de otite média secretora bilateral. MATERIAL E MÉTODO: Constituiu-se uma amostra de 31 crianças de ambos os sexos, sendo 14 com até 3 episódios de otite média secretora bilateral (Grupo 1) e 17 com quatro ou mais episódios (Grupo 2). Foi realizada a audiometria tonal por via aérea para as freqüências de 9.000 a 18.000Hz. FORMA DE ESTUDO: Transversal prospectivo. RESULTADOS: Não houve diferença entre os limiares de audibilidade das orelhas direitas e esquerdas dos indivíduos de ambos os grupos para todas as freqüências, porém, houve entre os limiares de audibilidade das orelhas direitas e esquerdas do Grupo 2 em relação ao Grupo 1 para todas as freqüências avaliadas. CONCLUSÕES: 1- Houve uma elevação dos limiares de audibilidade com o aumento das freqüências apresentadas. 2- A audiometria de altas freqüências mostrou-se capaz de separar, em grupos, indivíduos com história de otite média secretora denotando que quatro episódios de otite média já são suficientes para determinar diferenças estatisticamente significantes nos limiares de audibilidade das altas freqüências.
Assunto Audiometry
Children
Secretory otitis media
Audiometria
Criança
Otite média secretora
Idioma Português
Data 2007-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 2, p. 231-238, 2007.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Editor ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 231-238
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000200014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992007000200014 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3641

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-72992007000200014.pdf
Tamanho: 370.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta