Avaliação antropométrica de adolescentes Kamayurá, povo indígena do Alto Xingu, Brasil Central (2000-2001)

Avaliação antropométrica de adolescentes Kamayurá, povo indígena do Alto Xingu, Brasil Central (2000-2001)

Título alternativo Anthropometric assessment of Kamayurá adolescents in the Upper Xingu, Central Brazil (2000-2001)
Autor Sampei, Miriam Akemi Autor UNIFESP Google Scholar
Canó, Eduardo Nozaki Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes Neto, Ulysses Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Evandro Emilio de Souza Autor UNIFESP Google Scholar
Rodrigues, Douglas Autor UNIFESP Google Scholar
Sigulem, Dirce Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Baruzzi, Roberto Geraldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Despite the proximity between indigenous groups in the Upper Xingu Region and Brazilian national society, studies have shown adequate weight-for-height and low height-for-age in indigenous children. Little is known about the nutritional status of indigenous adolescents. The present study aimed to evaluate the nutritional status of Kamayurá adolescents. Anthropometric variables were collected from a sample of 65 adolescents (31 males and 34 females). Mean height was lower than both that of the Brazilian National Survey on Health and Nutrition and the reference population of the U.S. National Center for Health Statistics. There was a high rate of overweight in both males (38.7%) and females (23.5%), and one female adolescent was obese (2.9%). No overweight adolescent presented both the triceps and subscapular skinfolds above the 90th percentile. There were no cases of nutritional deficit among either male or female adolescents. Despite the high prevalence of overweight, the nutritional status of these adolescents is adequate, since the group presents low adiposity.

Apesar da proximidade dos grupos indígenas do Alto Xingu com a sociedade, os estudos têm mostrado adequação do peso para estatura e déficit de estatura para idade das crianças desses povos. Em relação aos adolescentes, pouco se conhece sobre suas condições nutricionais. O presente estudo teve como objetivo avaliar o estado nutricional de adolescentes Kamayurá, valendo-se de variáveis antropométricas. As medidas de peso, estatura, pregas cutâneas e circunferências corporais foram coletadas de 65 adolescentes, sendo 31 indivíduos masculinos e 34 femininos. As médias de estatura em relação à idade foram menores do que aquelas encontradas na Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição e na população de referência do National Center for Health Statistics. Houve taxa elevada de sobrepeso no sexo masculino (38,7%) e no feminino (23,5%); a obesidade foi encontrada em uma adolescente (2,9%). Nenhum adolescente com sobrepeso apresentou ambas as pregas tricipital e subescapular acima do percentil 90. Não houve casos de déficit nutricional em adolescentes de ambos os sexos. Apesar da alta prevalência de sobrepeso, o estado nutricional dos adolescentes em estudo é adequado, dada a baixa adiposidade.
Assunto South American Indians
Anthropometry
Adolescent
Nutritional Status
Body Composition
Índios Sul-Americanos
Antropometria
Adolescente
Estado Nutricional
Composição Corporal
Idioma Português
Data 2007-06-01
Publicado em Cadernos de Saúde Pública. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, v. 23, n. 6, p. 1443-1453, 2007.
ISSN 0102-311X (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Extensão 1443-1453
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X2007000600019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000253805700019
SciELO S0102-311X2007000600019 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3762

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-311X2007000600019.pdf
Tamanho: 107.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta