Avaliação de duas classificações para excesso de peso em adolescentes brasileiros

Avaliação de duas classificações para excesso de peso em adolescentes brasileiros

Título alternativo Evaluation of two classifications for overweight among Brazilian adolescents
Autor Vítolo, Márcia Regina Autor UNIFESP Google Scholar
Campagnolo, Paula Dal Bó Google Scholar
Barros, Maria Elisa Google Scholar
Gama, Cintia Mendes Autor UNIFESP Google Scholar
Ancona Lopez, Fábio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Fundação Faculdade Federal de Ciências Médicas de Porto Alegre Departamento de Saúde Coletiva
Universidade Estadual do Rio de Janeiro Departamento de Nutrição
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A cross-sectional study carried out among 418 adolescents between ten and 19 years old at a private school in the city of São Paulo in 1998. The objective of the study was to evaluate the proposed thresholds for diagnosing overweight among Brazilian adolescents. The percentage body fat was measured by dual energy X-ray absorptiometry. The cutoff points used for excess body fat were 25% for boys and 30% for girls. The body mass index was classified in accordance with Cole et al and with Conde & Monteiro. The Brazilian reference (Conde & Monteiro) presented higher sensitivity among younger girls (44.2% vs. 32.6%), older girls (18.9% vs. 17%) and older boys (83.3% vs. 50%). The Conde & Monteiro proposal presented higher positive and negative predictive values and provided higher-sensitivity predictions of excess body fat among the study population.

Estudo transversal com 418 adolescentes entre dez e 19 anos, de escola particular da cidade de São Paulo, em 1998. O objetivo foi avaliar os valores críticos propostos para diagnóstico de excesso de peso de adolescentes brasileiros. O percentual de gordura corporal foi medido pela absorção de duplo feixe de energia. Utilizou-se como ponto de corte para excesso de adiposidade 25% para meninos e 30% para meninas. O índice de massa corporal foi classificado de acordo com Cole et al e Conde & Monteiro. O referencial brasileiro apresentou maior sensibilidade entre as meninas de menor (44,2% vs. 32,6%) e maior faixa etária (18,9% vs. 17%), assim como entre os meninos de maior faixa etária (83,3% vs 50%). A proposta de Conde & Monteiro apresentou maiores valores preditivos positivos e negativos e predisse com maior sensibilidade o excesso de adiposidade na população estudada.
Assunto Adolescent health
Overweight
Body mass index
Diagnostic techniques and procedures
Sensitivity and specificity
Predictive value of tests
Cross-sectional studies
Saúde do adolescente
Sobrepeso
Índice de massa corporal
Técnicas de diagnóstico e procedimentos
Sensibilidade e especificidade
Valor preditivo dos testes
Estudos transversais
Idioma Português
Data 2007-08-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 41, n. 4, p. 653-656, 2007.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Editor Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 653-656
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102007000400021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89102007000400021 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3867

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-89102007000400021.pdf
Tamanho: 138.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta