Estudo comparativo entre diversas técnicas de confecção de modelo experimental de sinusite inflamatória em coelhos

Estudo comparativo entre diversas técnicas de confecção de modelo experimental de sinusite inflamatória em coelhos

Título alternativo Comparative study of several sinusitis experimental modelling techniques in rabbits
Autor Costa, Henrique Olival Google Scholar
Luchi, Giulliano Enrico Ruschi E Google Scholar
Augusto, Arthur Guilerme Google Scholar
Castro, Marilia Google Scholar
Souza, Flavia Coelho De Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Santa Casa de São Paulo Depto. de Otorrinolaringologia
Santa Casa de São Paulo programa de Pós-Graduação
Santa Casa de São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Experimental models for clinical studies of rhinosinusitis are needed. AIM: to define a reliable, solid and reproducible experimental model for inflammatory rhinosinusitis with no innoculation of infectious agents in rabbits. Study design: Experimental. MATERIAL AND METHOD: Twenty 20 rabbits were divided into 4 groups submitted to 4 different interventions: the placement of a unilateral nasal fossa sponge, unilateral obliteration of the nasal ostium with cyanoacrylate, unilateral placement of antigens in the maxillary cavity and unilateral placement of blood in the maxillary cavity. The animals were monitored for 15 days and then anesthetized and sacrificed; the maxillary sinuses were evaluated histologicaly and results were compared with controls and between the intervention groups. CONCLUSION: Sponje and glue as agents of meatal obstruction and toxoid aplied in the antrum are efficient as methods for rhinosinusitis modeling. Blood was not efficient in producing sinusitis.

A criação de modelos de estudo das rinossinusites é necessária para compreensão de seus aspectos fisiopatológicos. OBJETIVO: Sugerimos neste estudo estabelecer um modelo experimental fidedigno, reproduzível e consistente para a rinossinusite inflamatória sem uso de inoculação de agentes infecciosos em coelhos. Tipo de Estudo: Experimental. MATERIAL E MÉTODO: Foram utilizados 20 coelhos neste estudo. Os animais foram submetidos a 4 intervenções diferentes: colocação de tampão de esponja unilateral, obliteração unilateral de óstio nasal com cianoacrilato, instilação unilateral de antígenos em seio maxilar e instilação de sangue em cavidade maxilar unilateral. Os animais foram acompanhados até 15 dias do início do estudo e ao final do período de seguimento foram anestesiados e sacrificados. Os seios maxilares foram avaliados histologicamente e os resultados comparados com os seios maxilares contralaterais para controle e entre os grupos de intervenção. RESULTADOS: Todos os animais do estudo desenvolveram rinorréia amarelada unilateral até o 15º dia de acompanhamento. Apenas os animais que receberam sangue não apresentaram alterações histológicas compatíveis com rinossinusite purulenta. CONCLUSÕES: O uso de esponja e cola para obstrução do óstio meatal e a aplicação de toxóide são eficientes como produtores de modelo de rinossinusite. A aplicação de sangue no antro não produz os mesmos resultados.
Assunto rabbits
experimental
model
rhinosinusitis
sinusitis
coelhos
experimental
modelo
rinossinusite
sinusite
Idioma Português
Data 2007-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, v. 73, n. 5, p. 627-631, 2007.
ISSN 0034-7299 (Sherpa/Romeo)
Editor ABORL-CCF Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial
Extensão 627-631
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-72992007000500007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-72992007000500007 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/3938

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-72992007000500007.pdf
Tamanho: 511.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta