Proposta de quantificação do palato web em pacientes com Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono

Proposta de quantificação do palato web em pacientes com Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono

Autor Silva, Rogério Fernandes Nunes da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Gregório, Luiz Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Medicina (otorrinolaringologia) - São Paulo
Resumo Objetivo: O objetivo desse estudo é aplicar a avaliação sistemática do exame físico de Zonato 2003, incluindo a medida da circunferência cervical, e propor uma classificação para graduação do palato Web para pacientes com Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS). Utilizamos estudo cego para não influenciar o examinador. Método: Foi realizado um estudo prospectivo cego com avaliação sistemática da via aérea superior com graduação de palato Web de 146 pacientes que realizaram polissonografia basal. Como proposta de graduação para o tamanho do palato Web classificamos conforme o local de inserção da prega palatofaríngea, ou pilar posterior amigdaliano, na úvula usando os seguintes critérios: - Web Grau I: Inserção da prega palatofaríngea no terço proximal,ou seja, superior da úvula. - Web Grau II: Inserção da prega palatofaríngea no terço médio da úvula. - Web Grau III: Inserção da prega palatofaríngea no terço distal, ou seja, inferior da úvula. Resultados: Nos pacientes com maior gravidade de SAOS os achados mais freqüentes foram: IMC maior que 31, circunferência cervical maior que 41cm, palato duro ogival, palato posterior, palato espesso, úvula espessa, hipertrofia amigdaliana grau III ou IV, língua demarcada pelos dentes, diminuição da fase de sono 3/4. Outros achados não apresentaram relação com a SAOS de maior gravidade, como: retroposicionamento mandibular, Mallampati Modificado III e IV, pregas palatofaríngeas medianizadas, oclusão dentária classe II, desvio septal nasal, hipertrofia de cornetos. Não houve relação do tamanho do palato Web. Conclusões: Alterações anatômicas podem ser identificadas, pelo exame físico sistemático, com maior freqüência conforme a gravidade da SAOS. A 11 graduação do tamanho do palato Web não auxiliou na identificação de indivíduos com maior gravidade da SAOS.

Objective: The objective of this study is to apply the systematic evaluation of physical examination in patients with Obstructive Sleep Apnea Syndrome (OSAS), including the measure of the cervical circumference and to submit a classification for graduation of the web palate. We have applied a blind study to not influence the examiner. Method: A prospective study with systematic evaluation of the upper airway and proposal of the web palate graduation was performed in 146 patients that were submitted to polysomnography. At the moment of the physical examination and interview, the researcher did not know reason of the polysomnography, thus issuing a blind study for the examiner. As proposal of graduation for the size of the web palate we classify as the place of the palatopharyngeal arch, thus posterior tonsil pillar insertion, in the uvula using the following criteria: Web Degree I: Insertion of the palatopharyngeal arch in the proximal third of the uvula, thus uvula upper position. Web Degree II: Insertion of the palatopharyngeal arch in median third of uvula. Web Degree III: Insertion of the palatopharyngeal arch in distal third, thus, inferior of the uvula. Results: The following findings had been more frequent in the groups of major severity: higharched hard palate, posterior and palate, long and thick uvula, tonsils hypertrophy degree III or IV, tongue edge crenation, IMC greater than 31, reduction of the phase of sleep 3/4, cervical circumference greater than 41cm. Other findings didn´t have relation with the severity of OSAS, as: mandible retropositioning, Mallampati III and IV, class II occlusion, septal deviation and turbinate hipertrophy. There was no relation the web palate size to OSAS severity. Conclusions: Anatomical alterations can be identified by systematic physical examination with greater 49 frequency in accordance with OSAS severity. The web palate size graduation did not support to identify patients with severe OSAS.
Assunto Apnéia do sono
Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono
Ronco
Palato Web
Orofaringe
Idioma Português
Data 2006
Publicado em SILVA, Rogério Fernandes Nunes da. Proposta de quantificação do palato web em pacientes com Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono. 2006. 49 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2006.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 49 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/39427

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-39427.pdf
Tamanho: 872.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta