Toxicidade ocular por derivados da 4-aminoquinolona

Toxicidade ocular por derivados da 4-aminoquinolona

Título alternativo Ocular toxicity due to 4-aminoquinoline derivatives
Autor Gouveia, Enéias Bezerra Google Scholar
Morales, Maira Saad De Ávila Google Scholar
Gouveia, Gedeão Bezerra Google Scholar
Lourenzi, Valeria Pinheiro M. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Centro Médico INTERSAÚDE
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Castelo Branco
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Retinal toxicity of chloroquine has been extensively studied since its first description in 1957. This drug is used on a chronic basis to treat several rheumatologic and dermatologic diseases, a there is a trend to use hydroxychloroquine rather than chloroquine. The recommended dose for hydroxychloroquine is 4 mg/kg lean body weight per day. The clinical picture of chloroquine retinopathy is characterized by a paracentral visual field scotoma with associated parafoveal retinal pigment epithelium atrophy, known as 'bull's eye maculopathy. The visual field and Amsler grids are the exams that early detect toxicity retinopathy. The authors aim to review the pathogenesis, clinical features, differential diagnosis, complementary exams, and treatment. The sources of references were PubMed (MEDLINE), LILACS and Ophthalmology Library databases.

A toxicidade retiniana da cloroquina tem sido extensamente estudada desde a sua primeira descrição em 1957. Esta droga é usada no tratamento de várias doenças reumatológicas e dermatológicas, com tendência atual ao uso da hidroxicloroquina a cloroquina. A dose diária da droga parece determinar o desenvolvimento da doença ocular, não devendo ultrapassar 4 mg/kg/dia. O quadro clínico é caracterizado por escotoma paracentral no campo visual associado à maculopatia emolho de boi . O campo visual e a tela de Amsler são os exames que podem detectar mais precocemente as alterações tóxicas retinianas. O presente texto propõe uma revisão da patogênese, quadro clínico, diagnóstico diferencial, exames complementares e tratamento. Os autores utilizaram em sua pesquisa os bancos de dados da PubMed (MEDLINE), LILACS e Biblioteca do Centro de Estudos de Oftalmologia.
Assunto Chloroquine
Hydroxychloroquine
Retinal diseases
Macula lutea
Cloroquina
Hidroxicloroquina
Doenças retinianas
Macula lutea
Idioma Português
Data 2007-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 70, n. 6, p. 1046-1051, 2007.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 1046-1051
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492007000600033
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492007000600033 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4027

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492007000600033.pdf
Tamanho: 1.301Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta