Saúde mental nas práticas em saúde: a experiência do PROLIG

Saúde mental nas práticas em saúde: a experiência do PROLIG

Título alternativo Mental health in the health practice: PROLIG´s experience
Salud mental en las prácticas en salud: la experiencia del PROLIG
Autor Mucci, Samantha Autor UNIFESP Google Scholar
Lucchesi, Fátima Autor UNIFESP Google Scholar
Lerman, Tatiana Gottlieb Autor UNIFESP Google Scholar
Parro-pires, Daniela Betinassi Autor UNIFESP Google Scholar
Geocze, Luciana Autor UNIFESP Google Scholar
Aranha, Ligia Bruhn De Souza Autor UNIFESP Google Scholar
De Marco, Mario Alfredo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This paper presents the experience of the Psychosocial Service of Integrated Attention in Health (SAPIS) in a consultation-liaison psychiatry program (called PROLIG). The SAPIS was implemented in June 2002 at the São Paulo Hospital (HSP) to promote a broad attention to general and specific hospital psychosocial needs and also to reorganize the inclusion of mental health professionals in ambulatories and wards. This paper aims at describing the role of psychologists as mental health liaison professionals attending specific demands at these units of HSP. Their task involves providing psychological assistance to the patient and his family, as well as being a mental health specialist to the multi-professional team. Nevertheless, some difficulties have been found to implement and maintain these proposals. Concluding, psychologists as mental health liaison professionals promote changes in the health care offered by this institution; however, a deeper reflection and engagement of this institution as well as an implementation of health care policies are demanded to enable structural changes for the construction of an integral and integrated effective practice.

El presente trabajo presenta el relato de experiencias del Servicio de Atención Psicosocial Integrado en Salud (SAPIS) en los Programas de Conexión (PROLIG). El SAPIS fue implantado en junio de 2002, en el Hospital São Paulo (HSP), con el objetivo de promover una atención más amplia a las necesidades generales y específicas del hospital en lo que se refiere a los aspectos psicosociales así como de reorganizar la inclusión de profesionales de salud mental en las enfermerías y ambulatorios. Este estudio tiene como objetivo describir la actuación del psicólogo como profesional de conexión en salud mental en el servicio a las demandas específicas de unidades del HSP. La tarea del profesional de conexión en salud mental implica la asistencia psicológica al paciente y su familiar así como el desempeño del papel de especialista en salud mental junto al equipo multiprofesional. Hemos encontrado en nuestra práctica, sin embargo, algunas dificultades para la implementación y el mantenimiento de algunas propuestas. Concluimos que la actuación del psicólogo como profesional de conexión de salud mental ha promovido cambios en los cuidados en salud en esa institución, sin embargo aún exige una profunda ponderación y mayor implicación de la institución y de políticas de salud que hagan viables los cambios estructurales para la construcción de una efectiva práctica integral e integrada en esa área.

O presente trabalho apresenta o relato de experiências do Serviço de Atenção Psicossocial Integrada em Saúde (SAPIS) nos Programas de Ligação (PROLIG). O SAPIS foi implantado em junho de 2002, no Hospital São Paulo (HSP), com o objetivo de promover uma atenção mais ampla às necessidades gerais e específicas do hospital no que diz respeito aos aspectos psicossociais bem como de reorganizar a inclusão de profissionais de saúde mental nas enfermarias e ambulatórios. Esse estudo tem como objetivo descrever a atuação do psicólogo como profissional de ligação em saúde mental no atendimento às demandas específicas de unidades do HSP. A tarefa do profissional de ligação em saúde mental envolve a assistência psicológica ao paciente e seu familiar assim como o desempenho do papel de especialista em saúde mental junto à equipe multiprofissional. Temos encontrado em nossa prática, no entanto, algumas dificuldades para a implementação e a manutenção de algumas propostas. Concluímos que a atuação do psicólogo como profissional de ligação de saúde mental tem promovido mudanças nos cuidados em saúde nessa instituição, porém ainda exige uma profunda reflexão e maior envolvimento da instituição e de políticas de saúde que viabilizem mudanças estruturais para a construção de uma efetiva prática integral e integrada nessa área.
Assunto Mental Health
Health Psychology
Consultation-Liaison Psychiatry
Saúde mental
Psicologia da saúde
Interconsulta psiquiátrica
Idioma Português
Data 2008-01-01
Publicado em Psicologia: Ciência e Profissão. Conselho Federal de Psicologia, v. 28, n. 3, p. 646-659, 2008.
ISSN 1414-9893 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Federal de Psicologia
Extensão 646-659
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1414-98932008000300016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1414-98932008000300016 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4155

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1414-98932008000300016.pdf
Tamanho: 716.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta