Fatores associados ao uso excessivo de medicação sintomática em pacientes com enxaqueca crônica

Fatores associados ao uso excessivo de medicação sintomática em pacientes com enxaqueca crônica

Título alternativo Factors associated with acute medication overuse in chronic migraine patients
Autor Zukerman-Guendler, Vera Autor UNIFESP Google Scholar
Mercante, Juliane Prieto Peres Google Scholar
Ribeiro, Reinaldo Teixeira Autor UNIFESP Google Scholar
Zukerman, Eliova Autor UNIFESP Google Scholar
Peres, Mario Fernando Prieto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Hospital Israelita Albert Einstein - HIAE
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Faculdade de Medicina do ABC - FMABC
Universidade de São Paulo - USP
Resumo OBJETIVO: Avaliar a prevalência de transtornos psiquiátricos em pacientes com diagnóstico de enxaqueca crônica com e sem uso excessivo de medicação sintomática. MÉTODOS: Setenta e dois voluntários foram recrutados a partir de um Programa de Saúde da Família da comunidade de Paraisópolis, na cidade de São Paulo (SP). Esses pacientes foram submetidos a exames clínico e neurológico. As seguintes variáveis foram analisadas: idade, gênero, nível educacional, índice de massa corporal, tipo de uso excessivo de medicação, características da cefaleia, consumo de cafeína, presença de ansiedade e distúrbios de humor. RESULTADOS: Dos 72 pacientes, 50 (69%) tinham cefaleia crônica, com uso exagerado de medicação, e 22 (31%) tinham cefaleia crônica, sem uso excessivo de medicação. Os fatores idade, gênero, nível educacional, índice de massa corporal, tipo de uso excessivo de medicação, características da cefaleia e consumo de cafeína não mostraram diferença significante entre os grupos estudados. Os diagnósticos de ansiedade e de distúrbios de humor ao longo da vida foram mais comuns nos pacientes com uso excessivo de medicação (p=0,003 e p=0,045, respectivamente). CONCLUSÃO: Este estudo mostrou uma associação significativa entre cefaleia crônica e uso excessivo de medicação nos pacientes avaliados, quanto ao diagnóstico de transtornos de ansiedade e de humor ao longo da vida. Não foi encontrada nenhuma associação com outros distúrbios psiquiátricos pesquisados.

OBJECTIVE: To evaluate the prevalence of psychiatric disorders in patients diagnosed with chronic migraine with and without acute medication overuse. METHODS: Seventy-two volunteers were recruited from a Family Health Program of the Paraisópolis community in São Paulo (SP), Brazil. These patients were submitted to a detailed headache questionnaire. All participants were submitted to physical and neurological examinations. The following variables were analyzed: age, gender, education level, body mass index, type of overused medication, headache characteristics, and caffeine consumption, lifetime anxiety and mood disorders. RESULTS: Out of 72 patients, 50 (69%) had chronic migraine with medication overuse, and 22 (31%) had chronic migraine without medication overuse. Factors such as age, gender, education level, body mass index, type of overused medication, headache characteristics, and caffeine consumption were not significantly different between the two studied groups. Lifetime anxiety and mood disorders were more common in patients with acute medication overuse (p=0.003 and p=0.045, respectively). CONCLUSION: This study has shown a significant association among chronic migraine and medication overuse with lifetime mood and anxiety disorders in patients of the studied population. No association was found for other researched psychiatric disorders.
Assunto Transtornos de enxaqueca/quimioterapia
Doença crônica
Transtornos mentais
Prevalência
Comorbidades
Migraine disorders/drug therapy
Chronic disease
Mental disorders
Prevalence
Comorbidity
Idioma Português
Data 2012-09
Publicado em Einstein (São Paulo). Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, v. 10, n. 3, p. 312-317, 2012.
ISSN 1679-4508 (Sherpa/Romeo)
Editor Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein
Extensão 312-317
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1679-45082012000300010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1679-45082012000300010 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/41696

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1679-45082012000300010.pdf
Tamanho: 261.3Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir
Nome: S1679-45082012000300010-en.pdf
Tamanho: 259.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta