Membrana amniótica na reconstrução da superfície ocular após exérese de carcinoma de células escamosas da conjuntiva

Membrana amniótica na reconstrução da superfície ocular após exérese de carcinoma de células escamosas da conjuntiva

Título alternativo Amniotic membrane for ocular surface reconstruction after conjunctival squamous cell carcinoma resection
Autor Carvalho-rêgo, Paulo Roberto De Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, José Álvaro Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Ballalai, Priscila Luppi Autor UNIFESP Google Scholar
Cunha, Marcelo Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Sousa, Luciene Barbosa De Autor UNIFESP Google Scholar
Erwenne, Clélia Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: This study was designed to evaluate the use of human amniotic membrane for ocular surface reconstruction after conjunctival squamous cell carcinoma resection. METHODS: Amniotic membrane was obtained at the time of cesarean section and was preserved at -80ºC in glycerol and cornea culture media at a ratio of 1:1. The inclusion criteria were patients presenting proliferating lesions suggestive of squamous cell carcinoma (flat or elevated white lesions resembling fish meat) that involve the conjunctiva, limbus and cornea. Eight eyes of 8 patients with conjunctival squamous cell carcinoma underwent tumor resection with amniotic membrane transplantation. Three of these cases underwent total corneal epitheliectomy and amniotic membrane transplantation associated with limbal autograft. RESULTS: Mean follow-up time was 17.8 months (range, 10-35 months). In four patients (71.4%) surgical treatment was successful, with good ocular surface stability. In two patients (28.6%) results were partially successful, with mild cicatricial alterations. One patient was excluded from the study due to aggressive tumor recurrence with intraocular invasion that needed to be removed with exenteration. CONCLUSION: This study suggests that amniotic membrane transplantation is a good alternative for ocular surface reconstruction after conjunctival squamous cell carcinoma resection.

OBJETIVO: Investigar a utilização da membrana amniótica humana na reconstrução da superfície ocular após exérese de carcinoma de células escamosas da conjuntiva. MÉTODOS: A membrana amniótica foi captada a partir de parto cesárea, conservada em meio de preservação de córnea e glicerol 1:1 e armazenada a -80º C. Os critérios de inclusão foram: pacientes portadores de lesão proliferativa conjuntival com características de carcinoma de células escamosas (lesão esbranquiçada plana ou elevada com aspecto em carne de peixe), envolvendo conjuntiva, limbo e córnea. Oito olhos de 8 pacientes portadores de carcinoma de células escamosas da conjuntiva foram submetidos a cirurgia de exérese do tumor conjuntival, associado a transplante de membrana amniótica. Destes, 3 foram submetidos a epiteliectomia total da córnea e a transplante de limbo do olho contralateral. RESULTADOS: O tempo médio de seguimento foi de 17,8 meses (variação entre 10 e 35 meses). Cinco pacientes (71,4%) obtiveram sucesso com o tratamento cirúrgico, com adequada reconstrução da área conjuntival retirada. Dois pacientes (28,6%) obtiveram sucesso parcial, com presença de alterações cicatriciais leves (simbléfaro pequeno ou pequena fibrose). Um paciente foi excluído porque apresentou recidiva agressiva do tumor, com invasão intraocular, necessitando ser submetido a exenteração. CONCLUSÃO: O uso de membrana amniótica humana pode constituir uma importante opção para a reconstrução da superfície ocular após remoção de carcinoma de células escamosas.
Assunto Conjunctival neoplasms
Carcinoma, squamous cell
Amnion
Conjunctiva
Neoplasias da conjuntiva
Carcinoma de células escamosas
Âmnio
Conjuntiva
Idioma Português
Data 2008-02-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 71, n. 1, p. 22-27, 2008.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 22-27
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492008000100005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492008000100005 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4206

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492008000100005.pdf
Tamanho: 461.6Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta