Treinamento muscular na face: a prática dos fonoaudiólogos de Belo Horizonte

Treinamento muscular na face: a prática dos fonoaudiólogos de Belo Horizonte

Título alternativo Facial muscular training: the practice of speech-language pathologists from Belo Horizonte
Autor Coutrin, Grazielle Costa Google Scholar
Guedes, Luciana Ulhôa Google Scholar
Motta, Andréa Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Centro FEAD de Fonoaudiologia
Centro de Estudos Superiores de Juiz de Fora
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Fonoaudiologia
Resumo PURPOSE: To verify the practice of the speech-language pathologist who acts in orofacial myology in Belo Horizonte - MG (Brazil) concerning facial muscular training, and to compare orofacial myology specialists and nonspecialists' conducts. METHODS: Sectional study, with application of a questionnaire to 60 speech-language pathologists (SLP) from Belo Horizonte - MG (Brazil) who attend orofacial myology patients: 30 graduate without specialization and 30 specialized in orofacial myology. The questionnaire presented a case report and 12 questions regarding conducts in myotherapy. Data analysis used Chi-square and Fisher's Exact Test, and considered a significance level of 5%. RESULTS: In the researched sample, 88.3% of the SLP mentioned isometric exercises, 63.3% requested a training frequency of three times a day and 81.7% seven days a week. The variation of time of muscular contraction was mentioned by 61.7%, and 40% recommend time increase. They indicated the need to vary the number of series of exercises along the therapeutic process in 50% of the interviews, and 26.7% of these mentioned decrease of this number. Regarding frequency, 43.3% considered necessary to vary the frequency of exercises along the therapeutic process: 20% reducing the number of repetitions of the exercise per day and 23.3% reducing the number of days a week. More than half of the professionals (56.7%) informed that the average time of intervention for orofacial myology varied from four to six months. CONCLUSION: The majority of the SLP interviewed for this study employ isometric exercises, three times a day, seven days a week, for an average period of four to six months of therapy. There was no significant difference between the conduct of specialized and nonspecialized speech-language pathologists.

OBJETIVO: Verificar a prática do fonoaudiólogo que atua em motricidade orofacial em Belo Horizonte, acerca de treinamento muscular na face e comparar a conduta de profissionais com e sem especialização na área. MÉTODOS: Estudo transversal, com aplicação de questionário a 60 fonoaudiólogos de Belo Horizonte, atuantes em motricidade orofacial, sendo 30 sem especialização e 30 com especialização na área. O instrumento apresentou a descrição de um caso clínico e 12 perguntas acerca de condutas em mioterapia. Para análise dos dados foram empregados os testes qui-quadrado e exato de Fisher, sendo considerado um nível de significância de 5%. RESULTADOS: Na amostra pesquisada, 88,3% citaram exercícios isométricos, 63,3% indicaram freqüência de treinamento de três vezes ao dia e 81,7% sete dias por semana. A variação do tempo de contração muscular foi citada por 61,7%, sendo que 40,0% orientam aumento do tempo. Indicaram necessidade de variar o número de séries dos exercícios ao longo da terapia 50,0%, sendo que 26,7% destes citaram a diminuição. Quanto à freqüência, 43,3% consideraram necessário realizar variação ao longo da terapia, tendo 20,0% informado diminuir o número de vezes por dia e 23,3% diminuir o número de dias por semana. O tempo médio de quatro a seis meses para fonoterapia foi citado por 56,7% dos fonoaudiólogos. CONCLUSÃO: A maioria dos fonoaudiólogos citou empregar exercício isométrico, três vezes ao dia, sete dias por semana, com tempo médio de terapia entre quatro e seis meses. A conduta dos fonoaudiólogos com e sem especialização não apresentou diferença significante.
Assunto Muscle contraction
Muscle strength
Myofunctional therapy
Professional practice
Questionnaires
Contração muscular
Força muscular
Terapia miofuncional
Prática profissional
Questionário
Idioma Português
Data 2008-06-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 13, n. 2, p. 127-135, 2008.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 127-135
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342008000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342008000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4391

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-80342008000200006.pdf
Tamanho: 588.6Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta