Perfusão isolada de membro com hipertermia na trataento das metástases em trânsito do melanoma cutâneo

Perfusão isolada de membro com hipertermia na trataento das metástases em trânsito do melanoma cutâneo

Título alternativo Hyperthermic isolated limb perfusion in the treatment of in-transit melanoma metastases
Autor Pasin, Victor Pavan Autor UNIFESP Google Scholar
Oliveira, Andrea Fernandes de Autor UNIFESP Google Scholar
Santos, Ivan Dunshee de Abranches Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: To evaluate our cases at the Skin Tumors Sector of Plastic Surgery Division at Federal University of São Paulo in relation to Isolated Limb Perfusion (ILP) for the treatment of in transit melanoma metastases, as well as the results, comparing them with international literature. METHODS: From May 1993 until April 2007, 41 patients with in transit metastases of skin melanoma were submitted to 44 ILP. Medical registry observations were evaluated in terms of regional and systemic toxicity and tumoral response after ILP. The obtained results were compared with international literature and posterior conclusions were done. RESULTS: We observed 43.2% of complete responses, 36.4% of partial responses and 20.4% of no responses after the procedures. Acute regional toxicity was in general restricted to slight erythema or edema, and there was no single case of serious systemic complication. CONCLUSION: The obtained data are in accordance with international literature demonstrating the importance and the possibility of ILP for locoregional control of in transit metastases of skin melanoma also in Brazilian reality.

OBJETIVO: Avaliar a casuística do Setor de Tumores Cutâneos da Disciplina de Cirurgia Plástica da Escola Paulista de Medicina/ Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) em relação à Perfusão Isolada de Membro (PIM) para o tratamento das metástases em trânsito do melanoma cutâneo, bem como os resultados conseqüentes, comparando-os com a literatura internacional. MÉTODO: De maio de 1993 a abril de 2007, 41 pacientes portadores de metástases em trânsito do melanoma cutâneo submeteram-se a 44 PIM. Por meio da observação de seus prontuários, foram avaliados quanto à toxicidade regional e sistêmica, e resposta tumoral após a PIM. Após a coleta dos resultados, procedeu-se a comparação com a literatura internacional e as posteriores conclusões. RESULTADOS: Houve 43,2% de respostas completas, 36,4% de respostas parciais e 20,4% sem resposta ao tratamento proposto. A toxicidade regional aguda descrita foi, de modo geral, restrita a edema e eritema discretos, não havendo nenhum caso de complicação sistêmica grave. CONCLUSÃO: Os dados obtidos nessa casuística corroboram os descritos pela literatura internacional, demonstrando a importância e a possibilidade da PIM para o controle locoregional das metástases em trânsito do melanoma cutâneo também na realidade brasileira.
Assunto Melanoma
Chemotherapy, cancer, regional perfusion
Neoplasm Metastasis
Melanoma
Quimioterapia do câncer por perfusão regional
Metástase neoplásica
Idioma Português
Data 2008-06-01
Publicado em Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 35, n. 3, p. 159-161, 2008.
ISSN 0100-6991 (Sherpa/Romeo)
Editor Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Extensão 159-161
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-69912008000300004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-69912008000300004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4430

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0100-69912008000300004.pdf
Tamanho: 24.26Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta