Auxiliares e técnicos de enfermagem na saúde da família: perfil sociodemográfico e necessidades de qualificação

Auxiliares e técnicos de enfermagem na saúde da família: perfil sociodemográfico e necessidades de qualificação

Título alternativo Nursing assistants and technicians in the family health: sociodemographic profile and qualification needs
Autor Ximenes Neto, Francisco Rosemiro Guimarães Google Scholar
Costa, Márcio Clébio Fonseca Google Scholar
Rocha, José Google Scholar
Cunha, Isabel Cristina Kowal Olm Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual do Vale do Acaraú
Prefeitura Municipal de Acaraú
Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo An exploratory and descriptive study, conducted with 38 nursing assistants and 17 nursing technicians who worked in the Family Health Strategy (ESF), in the municipalities of Acaraú, Chaval, Coreaú, Granja, Marco and Santana do Acaraú, in the state of Ceará, from March to April of 2005. The objective was to trace the profile and qualification needs of these professionals. The profile showed that most were married women, between 31 and 40 years of age, having completed high school, receiving a minimum income, and working in the rural area. The main qualification needs they pointed out include biosafety, home care, methods and techniques of treating wounds and probes, sterilization, educational activities and receiving the patient. Most of the needs mentioned are techniques, suggesting deficiencies in professional training. The authors emphasize the importance of a permanent policy of education, to improve the qualification of this professional segment and its work in the ESF.

Estudo exploratório-descritivo, realizado com 38 auxiliares e 17 técnicos de enfermagem que atuavam na Estratégia Saúde da Família (ESF), nos municípios de Acaraú, Chaval, Coreaú, Granja, Marco e Santana do Acaraú, no estado do Ceará, no período de março a abril de 2005, que objetivou traçar o perfil e as necessidades de qualificação desses profissionais. O perfil mostrou que, em sua maior parte, eram mulheres casadas, com idade entre 31 e 40 anos, ensino médio concluído, renda de um salário mínimo, atuando na área rural. Quanto s necessidades de qualificação por eles apontadas, destacam-se os temas biossegurança, internação domiciliar, métodos e técnicas de cuidados com feridas e sondas, esterilização, atividades educativas e acolhimento. A maior parte das necessidades referidas resume-se a técnicas e sugere deficiências na formação profissional. Enfatiza-se a importância de uma política de educação permanente, para melhor capacitação e melhoria na atuação deste segmento profissional na ESF.
Assunto nursing
professional qualification
nursing assistants
public policies
atenção primária à saúde
enfermagem
perfil
educação profissional
Idioma Português
Data 2008-06-01
Publicado em Trabalho, Educação e Saúde. Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, v. 6, n. 1, p. 51-64, 2008.
ISSN 1981-7746 (Sherpa/Romeo)
Editor Fundação Oswaldo Cruz, Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio
Extensão 51-64
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1981-77462008000100004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1981-77462008000100004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4459

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1981-77462008000100004.pdf
Tamanho: 169.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta