Avaliação do equilíbrio funcional e qualidade de vida em pacientes com espondilite anquilosante

Avaliação do equilíbrio funcional e qualidade de vida em pacientes com espondilite anquilosante

Título alternativo Assessment of functional balance and quality of life among patients with ankylosing spondylitis
Autor Souza, Marcelo Cardoso De Autor UNIFESP Google Scholar
Tutiya, Gabriela Da Costa Autor UNIFESP Google Scholar
Jones, Anamaria Autor UNIFESP Google Scholar
Lombardi Júnior, Império Autor UNIFESP Google Scholar
Natour, Jamil Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To assess functional balance and quality of life among patients with ankylosing spondylitis. TYPE OF STUDY: Cross-sectional. METHODS: Sixty individuals were evaluated: 30 with ankylosing spondylitis (AS) and 30 healthy individuals - using the Brazilian version of the Berg Balance Scale, SF-36 questionnaire for the assessment of quality of life and a visual analogue scale (VAS) for pain. RESULTS: The score of the scale of Berg was respectively for groups EA and control of 48.83 and 55.5 with statistically significant difference. There was a positive correlation between the Berg Scale and the VAS (r = 0,469) and between this scale and the functional capacity domain of the SF-36 (r = 0,648). There was a negative correlation between the VAS and following domains of the SF-36: functional capacity (r = -0,753), physical aspects (r = -0,612), overall health (r = -0,607), pain (r = -0,827) and vitality (r = -0,532). CONCLUSION: Patients with AS exhibit worse functional balance, a poorer quality of life and more pain than healthy individuals. Poorer balance was correlated to pain and worse functional capacity.

OBJETIVO: Avaliar o equilíbrio funcional e a qualidade de vida em pacientes com espondilite anquilosante. TIPO DE ESTUDO: Corte transversal. MÉTODOS: Foram avaliados 60 indivíduos, sendo 30 com espondilite anquilosante (EA) e 30 saudáveis, por meio da versão brasileira da escala de equilíbrio de Berg, questionário SF-36 para avaliação da qualidade de vida e escala visual analógica da dor (EVA). RESULTADOS: O escore da escala de Berg foi, respectivamente, para os grupos EA e controle de 48,83 e 55,5, com diferença estatisticamente significante. Houve correlação positiva entre a escala de Berg e a de EVA (r = 0,469) e entre esta escala e o domínio referente à capacidade funcional do SF-36 (r = 0,648). A EVA teve correlação negativa com o SF-36 nos seguintes domínios: capacidade funcional (r = -0,753), aspecto físico (r = -0,612), estado geral de saúde (r = -0,607), dor (r = -0,827) e vitalidade (r = -0,532). CONCLUSÃO: Os pacientes com EA possuem pior equilíbrio funcional, pior qualidade de vida e mais dor que indivíduos saudáveis. O pior equilíbrio correlacionou-se com pior capacidade funcional e dor.
Assunto ankylosing spondylitis
balance
quality of life
espondilite anquilosante
equilíbrio
qualidade de vida
Idioma Português
Data 2008-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Reumatologia. Sociedade Brasileira de Reumatologia, v. 48, n. 5, p. 274-277, 2008.
ISSN 0482-5004 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Reumatologia
Extensão 274-277
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0482-50042008000500004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0482-50042008000500004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4601

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0482-50042008000500004.pdf
Tamanho: 155.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta