Doença de Chagas em Porto Letícia, São Paulo: um estudo comparativo no Pontal do Paranapanema

Doença de Chagas em Porto Letícia, São Paulo: um estudo comparativo no Pontal do Paranapanema

Título alternativo Chagas' disease in Porto Letícia, São Paulo: a comparative study in the Pontal the Paranapanema
Autor Silva, Rubens Antonio Da Google Scholar
Goldenberg, Paulete Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Superintendência de Controle de Endemias Laboratório de Imunoepidemiologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo This study has as purpose to accomplish diagnosis of the situation of the Chagas' disease in the old settlements of Porto Letícia, composing picture of the occurrence in the Pontal of Paranapanema. Assisting the comparison with recent groupings the study behaved the accomplishment of triatomines research, of knowledge of the vector tends in its view notification and of the serum- prevalence of the disease. Porto Letícia constitung the oldest settlement congregated a population of young structure, similar to observed her in the settlement Nova Esperança III. With coming inhabitants of endemic areas Porto Letícia presented the highest (5.6%) serum-reagents proportion. Two residences presented infestation in this place tends as counterpoint the triatomines absence in Nova Esperança III and of 24 homes infested in the re-settlements Fazenda Buritis. Low disposition levels for notification were observed in the groupings. Considering the situation of risk of trasmission of the disease the study reaffirms the importance of the notification on the part of the population suggesting an increase of the educational activities.

Este estudo tem como propósito realizar diagnóstico da situação da doença de Chagas no assentamento antigo de Porto Letícia, compondo quadro da ocorrência no Pontal do Paranapanema. Atendendo à comparação com agrupamentos recentes, o estudo comportou a realização de pesquisa de triatomíneos, de conhecimentos sobre o vetor tendo em vista sua notificação e da soroprevalência da doença. Porto Letícia, constituindo o assentamento mais antigo, congregou uma população de estrutura jovem, semelhante à observada no assentamento recente Nova Esperança III. Com moradores provenientes de áreas endêmicas Porto Letícia apresentou a mais alta (5,6%) proporção de sororreagentes. Duas unidades domiciliares apresentaram infestação nesta localidade, tendo como contraponto a ausência de triatomíneos em Nova Esperança III e de 24 domicílios infestados no reassentamento Fazenda Buritis. Baixos níveis de disposição para notificação foram observados nos agrupamentos. Considerando a situação de risco de transmissão da doença o estudo reafirma a importância da notificação por parte da população sugerindo intensificação das atividades educativas.
Assunto Chagas disease
Infestation for triatomines
Rural settlements
Control an prevention
Doença de Chagas
Infestação por triatomíneos
Assentamentos rurais
Prevenção e controle
Idioma Português
Data 2008-12-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT, v. 41, n. 6, p. 621-627, 2008.
ISSN 0037-8682 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Extensão 621-627
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0037-86822008000600013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0037-86822008000600013 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4727

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0037-86822008000600013.pdf
Tamanho: 167.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta