Eficácia do emprego do espelho de Glatzel na avaliação da permeabilidade nasal

Eficácia do emprego do espelho de Glatzel na avaliação da permeabilidade nasal

Título alternativo Efficacy of the use of the Glatzel mirror in nasal permeability evaluation
Autor Bassi, Iara Barreto Google Scholar
Franco, Letícia Paiva Google Scholar
Motta, Andréa Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Minas Gerais Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Preventiva e Social
Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de Fonoaudiologia
Resumo PURPOSE: To compare the measurement of nasal air escape, carried out using the Glatzel mirror, in children with and without upper respiratory tract obstruction, according to sex and age. METHODS: The sample comprised 43 subjects, with mean age of 6.9 years, divided into four groups: children with surgical indication to clearing of the upper respiratory tract (surgical group), allergic children with upper respiratory tract obstruction (allergic group), allergic children with obstruction and surgical indication (surgical and allergic group), and children without obstruction (control group). Nasal air escape measurement was carried out using the Altmann's Millimetered Nasal Mirror, and data was measured in cm² by the AutoCAD 2002 software. Data was analyzed using descriptive statistics and hypotheses testing, with a significance level of 5%. RESULTS: The control group presented the highest mean (6.53 cm²) of nasal air escape, while surgical and allergic group presented the lowest mean (3.07 cm²). The means of the allergic group and the surgical group were 4.74 cm² and 5.91 cm², respectively. Only the surgical and allergic group presented statistically significant difference compared to the control group. CONCLUSION: The Glatzel mirror demonstrated not to be a trustworthy instrument for the evaluation of nasal permeability in the analyzed sample, except in cases of severe nasal obstruction, that is, allergic patients with surgical indication. No correlations were found with the variables sex and age.

OBJETIVO: Comparar a medida do escape aéreo nasal, realizada por meio espelho de Glatzel, entre crianças com e sem obstrução de via aérea superior, de acordo com o sexo e a faixa etária. MÉTODOS: Amostra composta por 43 crianças, com média de 6,9 anos, separadas em quatro grupos: com indicação cirúrgica para desobstrução de via aérea superior (grupo cirúrgico), alérgicos com manifestação de obstrução (grupo alérgico), alérgicos com obstrução e indicação de cirurgia (grupo alérgico e cirúrgico) e crianças sem obstrução (grupo controle). A medida do escape foi realizada por meio do Espelho Nasal Milimetrado de Altmann e os dados mensurados em cm² pelo software AutoCAD 2002. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e por testes de hipótese com nível de significância de 5%. RESULTADOS: O grupo controle foi o que apresentou a maior média (6,53 cm²) na medida do escape aéreo nasal, enquanto o grupo alérgico e cirúrgico apresentou a menor (3,07 cm²). As médias dos grupos alérgico e cirúrgico foram de 4,74 cm² e 5,91 cm², respectivamente. Apenas o grupo alérgico e cirúrgico apresentou diferença significante em relação ao grupo controles. Verificou-se ainda que a medida de escape não foi estatisticamente afetada pelas variáveis sexo e idade. CONCLUSÃO: O espelho de Glatzel demonstrou não ser um instrumento confiável para a avaliação da permeabilidade nasal na amostra investigada, exceto nos casos de grande obstrução nasal, ou seja, pacientes cirúrgicos e também alérgicos. Não foram observadas correlações com as variáveis: sexo e faixa etária.
Assunto Nasal obstruction
Mouth breathing
Evaluation studies
Permeability
Child
Obstrução nasal
Respiração bucal
Estudos de avaliação
Permeabilidade
Criança
Idioma Português
Data 2009-01-01
Publicado em Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, v. 14, n. 3, p. 367-371, 2009.
ISSN 1516-8034 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Extensão 367-371
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000300013
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-80342009000300013 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4755

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-80342009000300013.pdf
Tamanho: 143.9Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta