Evolução da função renal de pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Evolução da função renal de pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana/ Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Título alternativo Renal function in patients with Human Immunodeficiency Virus
Evolución de la función renal de pacientes portadores del Virus de la Inmunodeficiencia Humana/ Síndrome de la Inmunodeficiencia Adquirida
Autor Friedl, Daniane Bornea Google Scholar
Aprile, Daniele Cristina Bosco Google Scholar
Fino, Luana Camargo Google Scholar
Barbosa, Dulce Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Belasco, Angélica Gonçalves Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the renal function in patients with Human Immunodeficiency Virus who were attending the Center for Infectious Diseases Control of the São Paulo Hospital of the Federal University of São Paulo. METHODS: This retrospective study consisted of the review of 200 randomly selected medical records. RESULTS: Patients were predominant white males with a mean age of 45 years. They had been diagnosed with the disease over 50 months ago, had from 0 to up 9 comorbidities, and a mean creatinine of .93mg/dl. The majority of patients were receiving antiviral medication. CONCLUSION: There was no significant alteration in renal function in the patients between the first and last visit.

OBJETIVO: Evaluar la evolución de la función renal en pacientes portadores del Virus de la Inmunodeficiencia Humana que iniciaron acompañamiento en el Centro de Control de Enfermedades Infecciosas del Hospital São Paulo/ Universidad Federal de São Paulo. MÉTODOS: Estudio retrospectivo realizado a través del análisis de 200 historias clínicas seleccionadas de forma aleatoria. RESULTADOS: Perfil predominante masculino, raza blanca, edad promedio de 45 años, más de 50 meses de diagnóstico, comorbidades adquiridas variando de cero a nueve enfermedades, creatinina promedio de 0,93mg/dl y la gran mayoría realizando tratamiento medicamentoso. CONCLUSIÓN: El grupo analizado no mostró alteración significativa en relación a la función renal entre la primera y la última consulta.

OBJETIVO: Avaliar a evolução da função renal em pacientes portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana que iniciaram acompanhamento no Centro de Controle de Doenças Infecciosas do Hospital São Paulo/ Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). MÉTODOS: Estudo retrospectivo realizado através da análise de 200 prontuários selecionados de forma aleatória. RESULTADOS: Perfil predominante masculino, cor branca, idade média de 45 anos, mais de 50 meses de diagnóstico, co-morbidades adquiridas variando de zero a nove doenças, creatinina média de 0,93mg/dl e a grande maioria realizando tratamento medicamentoso. CONCLUSÃO: O grupo analisado não mostrou alteração significativa em relação à função renal entre a primeira e a última consulta.
Assunto HIV
Renal insufficiency, Chronic
Comorbidity
Anti-retroviral agents
HIV
Insuficiência renal crônica
Co-morbidades
Anti-retrovirais
Idioma Português
Data 2009-01-01
Publicado em Acta Paulista de Enfermagem. Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), v. 22, n. spe1, p. 531-534, 2009.
ISSN 0103-2100 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 531-534
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002009000800016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000270836700016
SciELO S0103-21002009000800016 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4775

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0103-21002009000800016.pdf
Tamanho: 366.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta