Cognição social na esquizofrenia: um enfoque em habilidades teoria da mente

Cognição social na esquizofrenia: um enfoque em habilidades teoria da mente

Título alternativo Social cognition in schizophrenia: focus on theory of mind abilities
Autor Tonelli, Helio Google Scholar
Alvarez, Cristiano Estevez Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal do Paraná Instituto de Psiquiatria do Paraná
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Theory of mind is the term used to designate human abilities to infer the state of mind or intentions of others. Such abilities are part of a major group of cognitive capabilities specifically related to social behavior, known as social cognition. Schizophrenia is a mental disorder that usually consists of severe social functioning. There are many studies available on the relations between disorders of theory of mind abilities and schizophrenia symptoms. Many authors believe that schizophrenia symptoms might be directly understood by focusing on some changes in Theory of Mind abilities. Other authors claim that such changes observed in schizophrenic patients are the result of their general cognitive impairment. There are still few studies related to the impact of the use of antipsychotics on social cognition and Theory of Mind abilities, which present methodological problems.

Teoria da mente é o nome que tem sido dado à habilidade que os seres humanos têm de inferir os estados mentais ou as intenções de outros seres humanos. Tais habilidades fazem parte de um grupo maior de capacidades cognitivas, especificamente relacionadas ao comportamento social, denominado cognição social. A esquizofrenia é um transtorno mental que costuma cursar grave comprometimento do funcionamento social. Existem vários estudos correlacionando transtornos das habilidades teoria da mente e sintomas da esquizofrenia com resultados ainda controversos. Muitos autores acreditam que os sintomas da esquizofrenia podem ser diretamente compreendidos à luz de alterações das habilidades teoria da mente, enquanto outros argumentam que as alterações dessas habilidades observadas em esquizofrênicos são reflexo de seu comprometimento cognitivo geral. Ainda existem poucos estudos relacionando o impacto do uso de antipsicóticos sobre a cognição social e habilidades teoria da mente e eles apresentam problemas metodológicos.
Assunto Cognition
schizophrenia
psychotic disorders
Cognição
esquizofrenia
transtornos psicóticos
Idioma Português
Data 2009-01-01
Publicado em Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, v. 31, n. 3, p. 0-0, 2009.
ISSN 0101-8108 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082009000400005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0101-81082009000400005 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4856

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0101-81082009000400005.pdf
Tamanho: 163.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta