Moléculas que marcam o tempo: implicações para os fenótipos circadianos

Moléculas que marcam o tempo: implicações para os fenótipos circadianos

Título alternativo Timekeeping molecules: implications for circadian phenotypes
Autor Pereira, Danyella Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Pedrazzoli, Mario Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: The aim of this study was to review the molecular chronobiology studies in the last 36 years in order Eto point out the advances in this area to health professionals. METHOD: We searched in the PubMed and Scopus data banks for articles related with human molecular chronobiology. The keywords used were clock genes, circadian rhythms, diurnal preference, delayed sleep phase syndrome, advanced sleep phase syndrome, photoperiod and mood disorder. DISCUSSION: The knowledge about molecular mechanism of circadian rhythms increased a lot in the last years and now we are able to better understand the details of molecular processes involved in circadian and sleep regulation. Studies show that polymorphisms in clock genes are associated with sleep and mood disorders. These studies will be helpful to further elucidate the regulation of molecular mechanisms of circadian rhythms. CONCLUSIONS: The development of these studies in molecular chronobiology can be helpful to treat circadian and mood disorders and to prevent health risks caused by intercontinental flights (Jet Lag), nocturnal or shift work schedule.

OBJETIVO: Revisar resumidamente a literatura dos últimos 36 anos de pesquisa em cronobiologia molecular a fim de informar aos profissionais de saúde os avanços obtidos nesta área e os potenciais para aplicação na clínica médica. MÉTODO: Buscas na literatura foram realizadas utilizando as bases de dados PubMed e Scopus usando como palavras-chave clock genes, circadian rhythms, diurnal preference, delayed sleep phase syndrome, advanced sleep phase syndrome, photoperiod and mood disorder. DISCUSSÃO: Atualmente, o mecanismo molecular da regulação da ritmicidade circadiana é compreendido em grande detalhe. Muitos estudos publicados mostram associações de polimorfismos nos genes relógio com transtornos do ritmo circadiano e com transtornos do humor. CONCLUSÕES: De maneira geral, o progresso obtido na área de cronobiologia molecular traz um melhor entendimento da regulação do sistema de temporização biológico. O desenvolvimento de estudos nesta área tem o potencial de ser aplicável ao tratamento dos transtornos dos ritmos circadianos e certos transtornos do humor, além de prevenir riscos à saúde causados por viagens intercontinentais (Jet Lag) e por trabalhos noturnos e por turnos.
Assunto Sleep disorders
Mood disorders
Circadian rhythm
Chronobiology
Sleep
Transtornos do sono
Transtornos do humor
Ritmo circadiano
Cronobiologia
Sono
Idioma Português
Data 2009-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 31, n. 1, p. 63-71, 2009.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 63-71
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462009000100015
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-44462009000100015 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4937

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-44462009000100015.pdf
Tamanho: 644.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta