Estudo anatômico do terço proximal do fêmur: impacto femoroacetabular e o efeito cam

Estudo anatômico do terço proximal do fêmur: impacto femoroacetabular e o efeito cam

Título alternativo Anatomic study of the proximal third of the femur: femoroacetabular impact and the cam effect
Autor Labronici, Pedro José Autor UNIFESP Google Scholar
Alves, Sergio Delmonte Google Scholar
Silva, Anselmo Fernandes Da Google Scholar
Giuberti, Gilberto Ribeiro Google Scholar
Hoffmann, Rolix Google Scholar
Azevedo Neto, Justino Nóbrega De Google Scholar
Penedo, Jorge Luiz Mezzalira Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Santa Teresa Grupo de Quadril do Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Prof. Dr. Donato D'Ângelo
Hospital Santa Teresa Serviço de Ortopedia e Traumatologia do Prof. Dr. Donato D'Ângelo
Instituto Nacional de Traumatologia Ortopedia Grupo de Cirurgia do Quadril
Resumo OBJECTIVE: to analyze anatomical variations of the proximal end of femur that could cause a femoroacetabular impact. METHODS: 199 skeletically mature anatomical specimens of femurs were used. The femurs were measured in order to determine the anteversion angle of the femoral neck, neckshaft angle, sphericity of the femoral head at anteroposterior and superoinferior, angle between epiphysis and the anterior femoral neck, angle between epiphysis and the neck at lateral plane, anteroposterior distance at 5mm of the head and neck junction and anteroposterior distance of the neck base. RESULTS: we found that the impact subgroup presented a significantly larger junction diameter of 5mm (p = 0.0001) and cam-head (%) (p= 0.0001), while base-cam (%) (p = 0.0001) showed a significantly smaller diameter than the subgroup without impact. It was identified that cam-head (%) > 80 e base-cam (%) < 73 were identified as the optimal impact points. CONCLUSION: our study showed that the effect cam, caused by anatomical variations of the proximal femoral end focused the head-neck junction and base of the neck-junction head-neck. These rates can be predictive factors of the impact.

OBJETIVO: Analisar as variações anatômicas da extremidade proximal do fêmur que pudessem desenvolver o impacto femoroacetabular. MÉTODOS: Foram utilizados 199 espécimes anatômicos de fêmures esqueleticamente maduros. Os fêmures foram medidos para determinar o ângulo da anteversão do colo femoral, ângulo cervicodiafisário, esfericidade da cabeça femoral em ântero-posterior e súpero-inferior, ângulo entre a epífise e o colo femoral anterior, ângulo entre a epífise e o colo em perfil, distância em ântero-posterior a 5mm da junção cabeça e colo e distância em ântero-posterior da base do colo. RESULTADOS: Observou-se que o subgrupo com impacto apresentou diâmetro da junção a 5mm (p = 0,0001) e cam-cabeça (%) (p = 0,0001) significativamente maiores e base-cam (%) (p = 0,0001) significativamente menor que o subgrupo sem impacto. Identificou-se que cam-cabeça (%) > 80 e base-cam (%) < 73 foram os pontos ótimos para o impacto. CONCLUSÃO: O estudo mostrou que o efeito cam, causado por variações anatômicas da extremidade proximal do fêmur, se concentrou na junção cabeça-colo e base do colo-junção cabeça-colo. Esses índices podem ser fatores preditivos do impacto.
Assunto Osteoarthritis, hip
Hip joint
Femur
Osteoartrites do quadril
Articulação do quadril
Femur
Idioma Português
Data 2009-04-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 44, n. 2, p. 120-124, 2009.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 120-124
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162009000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162009000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/4982

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-36162009000200006.pdf
Tamanho: 309.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta