Semiologia integrada: uma experiência curricular de aproximação antecipada e integrada à prática médica

Semiologia integrada: uma experiência curricular de aproximação antecipada e integrada à prática médica

Título alternativo Integrated basic clinical skills: a curricular experience with early, comprehensive exposure to clinical practice
Autor De Marco, Mario Alfredo Autor UNIFESP Google Scholar
Lucchese, Ana Cecília Autor UNIFESP Google Scholar
Dias, Cíntia Camargo Autor UNIFESP Google Scholar
Abud, Cristiane Curi Autor UNIFESP Google Scholar
Nogueira-Martins, Luiz Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo An early clinical exposure program was developed with the aim of avoiding fragmentation and stereotyped behaviors during medical training. Second-year medical students received an introductory course on Integrated Basic Clinical Skills (BCS), which included hospital rounds followed by case discussions led jointly by faculty members from medical psychology and various clinical areas (internal medicine, pediatrics, obstetrics, gynecology, and geriatrics). Special care was taken to provide a model in which medical students could learn about biological, psychological, and social aspects of illness within the same format. The article discusses the objectives, logistics, and staff of the course, based on the experience at the Federal University in São Paulo. The model offers an integrated model for both students and faculty. Further studies are necessary to evaluate these preliminary findings.

Para evitar a fragmentação e a estereotipia e favorecer uma aproximação antecipada da pratica médica, foi introduzido o curso de Semiologia Integrada no programa do segundo ano do curso médico da UNIFESP. Este curso inclui a realização de anamneses no hospital, seguidas de discussões que contam com a participação conjunta dos professores de Psicologia Médica e de professores de diferentes áreas da Semiologia (Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia, Obstetrícia e Geriatria). Foi dada atenção especial para apresentar ao estudante de Medicina um modelo que integrasse os aspectos biológicos, psicológicos e sociais do adoecer. Este artigo apresenta o projeto e as observações preliminares, que sugerem um importante potencial integrador tanto para os alunos quanto para os professores. São necessárias avaliações futuras para comprovar essas observações.
Assunto Education, medical
Psychology, medical
Medical history taking
Curriculum
Educação médica
Psicologia médica
Anamnese
Currículo
Idioma Português
Data 2009-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Educação Médica. Associação Brasileira de Educação Médica, v. 33, n. 2, p. 282-290, 2009.
ISSN 0100-5502 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Educação Médica
Extensão 282-290
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-55022009000200017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-55022009000200017 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5079

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0100-55022009000200017.pdf
Tamanho: 123.6Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta