Quality of life of individuals submitted to vestibular rehabilitation

Quality of life of individuals submitted to vestibular rehabilitation

Título alternativo Qualidade de vida de indivíduos submetidos à reabilitação vestibular
Autor Patatas, Olívia Helena Gomes Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Cristina Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Ganança, Fernando Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
UNIBAN Social Inclusion and Vestibular Rehabilitation Program
Resumo Balance disorders affect social, family and professional activities. Vestibular rehabilitation can reduce the impact of these disorders on the quality of life of individuals with vertigo. AIM: to study the influence of vestibular rehabilitation on the quality of life of individuals, correlating it with gender, age, results from computerized vectoelectronystagmography and vertigo. Study type: Retrospective. MATERIALS AND METHODS:Twenty-two individuals were submitted to customized vestibular rehabilitation and the Brazilian Dizziness Handicap Inventory - DHI before and after vestibular rehabilitation. Results from this questionnaire were correlated with gender, age, vestibular assessment and the presence of vertigo. RESULTS: all the DHI scores reduced significantly after vestibular rehabilitation. There were no differences among genders; adults and elderly patients; irritative peripheral vestibular syndromes; deficiency syndromes and normal exams; the presence or absence of vertigo. CONCLUSION: all the individuals had improvements in their quality of life after customized vestibular rehabilitation.

Desordens do equilíbrio comprometem atividades sociais, familiares e profissionais. A reabilitação vestibular pode reduzir o impacto dessas desordens na qualidade de vida dos indivíduos vertiginosos. OBJETIVO: Verificar a influência da reabilitação vestibular sobre a qualidade de vida dos indivíduos, correlacionando-a com gênero, idade, resultado da vectoeletronistagmografia computadorizada e presença de vertigem. Forma de Estudo: Retrospectivo. MATERIAL E MÉTODO: Vinte e dois indivíduos foram submetidos à reabilitação vestibular personalizada e ao Dizziness Handicap Inventory - DHI brasileiro - pré e pós-reabilitação vestibular. Os resultados desse questionário foram correlacionados com as variáveis gênero, idade, avaliação vestibular e presença de tontura do tipo vertigem. RESULTADOS: Todos os escores do DHI diminuíram significantemente após reabilitação vestibular. Não houve diferença entre gêneros; adultos e idosos; síndromes vestibulares periféricas Irritativas, Deficitárias e exames Normais; e presença ou não de vertigem. CONCLUSÃO: Todos os indivíduos obtiveram melhora na qualidade de vida após a reabilitação vestibular personalizada.
Assunto quality of life
rehabilitation
dizziness
vertigo
qualidade de vida
reabilitação
tontura
vertigem
Idioma Inglês
Data 2009-06-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 75, n. 3, p. 387-394, 2009.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 387-394
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1808-86942009000300014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1808-86942009000300014 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5091

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1808-86942009000300014.pdf
Tamanho: 617.8Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta