Revisão sistemática e metanálise do uso de procinéticos no refluxo gastroesofágico e na doença do refluxo gastroesofágico em Pediatria

Revisão sistemática e metanálise do uso de procinéticos no refluxo gastroesofágico e na doença do refluxo gastroesofágico em Pediatria

Título alternativo Systematic review and meta-analysis of the use of prokinetics in gastroesophageal reflux and in gastroesophageal reflux disease in Pediatrics
Autor Magalhães, Pedro Vieira S. Google Scholar
Bastos, Telma Regina P. D. Google Scholar
Appolinário, José Carlos B. Google Scholar
Bacaltchuk, Josué Autor UNIFESP Google Scholar
Mota Neto, Joaquim Ignácio S. Google Scholar
Instituição UFPel Centro de Medicina Baseada em Evidências
Hospital de Clínicas de Porto Alegre Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Translacional em Medicina
UFRJ Instituto de Psiquiatria
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: To evaluate, by systematic review and meta-analysis, randomized studies comparing the prokinetics (domperidone, bromopride, metoclopramide and bethanechol) to placebo in the treatment of gastroesophagic reflux (GER) and gastroesophagic reflux disease (GERD) in children. METHODS: Bibliographic search for randomized clinical trials (Medline, EMBASE, Biological Abstracts, ISI/Web of Science, CINAHL, Lilacs e Cochrane). The primary outcome was the modification of reflux symptoms. Other outcomes were: GER-related complications, alterations in control exams, life quality, adverse events and abandon of treatment. RESULTS: The metanalysis included four studies on domperidone, two on metoclopramide, and one on bethanechol. No study of bromopride was retrieved. The risk of non-response to the treatment was significantly smaller in children that received prokinetics in comparison to placebo (RR 0.35, 95%CI 0.14-0.88). Individual therapeutic advantage regarding placebo was related to domperidone (n=126; RR 0.27; 95%CI 0.14-0.52, NNT 3; I2 0%) and bethanechol (n=44; RR 0.19; 95%CI 0.05-0.55; NNT 2), but not to metoclopramide (n=71; RR 0.63; 95%CI 0.07-5.71; I2 92.2%). CONCLUSIONS: The evidence for prokinetic use in GER and GERD in children is limited because the few studies report preliminary trials that evaluate short-term responses and show methodological limitations.

OBJETIVO: Avaliar, por meio de revisão sistemática e metanálise, estudos randomizados que comparam os procinéticos domperidona, bromoprida, metoclopramida e betanecol ao placebo no tratamento do refluxo gastroesofágico (RGE) e da doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) em crianças. MÉTODOS: BUsca bibliográfica de ensaios clínicos randomizados (Medline, EMBASE, Biological Abstracts, ISI/Web of Science, CINAHL, Lilacs e Cochrane). O desfecho primário foi eficácia na modificação dos sintomas de refluxo, conforme definição de autores das fontes primárias. Outras variáveis de interesse foram: complicações relacionadas ao RGE, alterações nos exames laboratoriais de controle, qualidade de vida, eventos adversos e abandono do tratamento. RESULTADOS: Foram incluídos quatro estudos com domperidona, dois com metoclopramida, um com betanecol. Nenhum estudo com bromoprida foi localizado. O risco de não resposta ao tratamento foi significativamente menor para os procinéticos quando comparados ao placebo (RR 0,35; IC95% 0,14-0,88). A vantagem terapêutica individual em relação ao placebo se manteve para a domperidona (n=126; RR 0,27; IC95% 0,14-0,52; NNT 3; I2 0%) e betanecol (n=44, RR 0,19, IC95% 0,05-0,55, NNT 2), mas não para metoclopramida (n=71; RR 0,63; IC95% 0,07-5,71, I2 92,2%). CONCLUSÕES: A evidência para o uso de procinéticos no RGE e na DRGE em crianças é limitada, pois os poucos estudos são ensaios preliminares de resposta em curto prazo e com limitações metodológicas.
Assunto meta-analysis
gastroesophageal reflux
metoclopramide
domperidone
bethanechol
Pediatrics
metanálise
refluxo gastroesofágico
metoclopramida
domperidona
betanecol
Pediatria
Idioma Português
Data 2009-09-01
Publicado em Revista Paulista de Pediatria. Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 27, n. 3, p. 236-242, 2009.
ISSN 0103-0582 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade de Pediatria de São Paulo
Extensão 236-242
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822009000300002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0103-05822009000300002 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5226

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0103-05822009000300002.pdf
Tamanho: 640.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta