O papel do adesivo de fibrina e da sutura na fixação do transplante de menisco preservado por ultracongelamento em coelhos

O papel do adesivo de fibrina e da sutura na fixação do transplante de menisco preservado por ultracongelamento em coelhos

Título alternativo The role of fibrin glue and suture on the fixation of ultra frozen preserved meniscus transplantation in rabbits
Autor Reckers, Leandro José Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes, Djalma José Autor UNIFESP Google Scholar
Raymundo, José Luiz Pozo Google Scholar
Granata Júnior, Geraldo Sérgio De Mello Autor UNIFESP Google Scholar
Moreira, Márcia Bento Autor UNIFESP Google Scholar
Paiva, Vanessa Carla Autor UNIFESP Google Scholar
Fagundes, Anna Luiza Negrini Google Scholar
Cohen, Moises Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Federal de Pelotas Departamento de Ortopedia
Universidade de Santo Amaro
Resumo OBJECTIVE: To evaluate the ability of fibrin adhesive in promoting the meniscus fixation within two, four and eight weeks compared to the conventional soft-tissue suture technique. MATERIALS AND METHODS: 36 right medial menisci of rabbits preserved at negative 73° Celsius for 30 days were transplanted to animals of the same sample and fixed with soft-tissue suture or fibrin glue. After 2, 4 or 8 weeks, the appearance of the menisci and the quality of fixation were macroscopically checked and evaluated by a scoring system. The findings were subjected to the statistical study of variance analysis (p < 0.05%). RESULTS: The deep-frozen meniscus preservation maintained the integrity of the meniscus transplant, and, macroscopically, there was no significant reduction of the length of the meniscus in all post-transplant periods (p = 0.015). The menisci fixed with fibrin showed slight changes in color and surface roughness. There were no signs of rejection or infection in both groups. Suture fixation scoring was superior (p = 0.015) in all periods (80% of total fixation) as compared to the setting promoted by fibrin (20% of total fixation). CONCLUSION: The homologous transplantation of the meniscus of rabbits experienced various degrees of integration to the knee according to the fixation method; the surgical soft tissues suturing technique was shown to be superior in the evaluation of scores compared to the fixation with fibrin adhesive.

OBJETIVO: Avaliar a capacidade do adesivo de fibrina em promover a fixação do menisco ao longo de duas, quatro e oito semanas comparando com a técnica convencional de fixação por sutura a tecidos moles. MÉTODOS: 36 meniscos mediais direitos de coelhos preservados a 73°C negativos por 30 dias foram transplantados para os animais da mesma amostra e fixados com sutura ou cola de fibrina. Após duas, quatro ou oito semanas a aparência dos meniscos e a qualidade da fixação foram verificadas macroscopicamente e avaliadas por um sistema de escores. Os achados foram submetidos a estudo estatístico de análise de variância por postos (p < 0,05%). RESULTADOS: A preservação por ultracongelamento manteve a integridade macroscópica dos meniscos transplantados. Após todos os períodos pós-transplante também não houve redução significante da extensão dos meniscos (p = 0,015). Os meniscos fixados com fibrina mostraram discretas alterações de coloração e rugosidade de superfície. Não houve sinais de rejeição ou infecção em ambos os grupos. A avaliação por escores da fixação pela sutura foi superior (p = 0,015) em todos os períodos (80% de fixação total) do que a fixação promovida pela fibrina (20% de fixação total). CONCLUSÃO: O transplante homólogo do menisco de coelho sofreu diferentes graus de integração ao joelho de acordo com a técnica de fixação; a técnica operatória com sutura aos tecidos moles mostrou-se superior na avaliação de escores em relação à fixação com adesivo de fibrina.
Assunto Meniscus
Transplantation
Rabbits
Fibrin tissue adhesive
Menisco
Transplante
Coelhos
Adesivo tecidual de fibrina
Idioma Português
Data 2009-10-01
Publicado em Revista Brasileira de Ortopedia. Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, v. 44, n. 5, p. 397-403, 2009.
ISSN 0102-3616 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Extensão 397-403
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-36162009000500005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-36162009000500005 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5304

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0102-36162009000500005.pdf
Tamanho: 234.1Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta