Testosterona sérica e doença cardiovascular em homens

Testosterona sérica e doença cardiovascular em homens

Título alternativo Serum testosterone and cardiovascular disease in men
Autor Callou, Emmanuela Quental Autor UNIFESP Google Scholar
Sá, Francisco Carleial Feijó de Google Scholar
Guedes, Alexis Dourado Autor UNIFESP Google Scholar
Verreschi, Ieda Therezinha do Nascimento Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia
Resumo Cardiovascular diseases (CVD) represent the main cause of death in Brazil. Men die more of coronary artery disease and they have higher levels of testosterone than women. However, recent studies indicate that androgens can have beneficial and/or neutral effect in the male cardiovascular system. Low levels of endogenous testosterone have been involved with the presence of some components of the metabolic syndrome including dyslipidemia, visceral obesity, hypertension and thrombus formation process. Consistent data on the relationship between testosterone and vascular reactivity, atherosclerosis and cardiovascular mortality in men are rare, with the results of available studies presenting contradictions. Large randomized and prospective trials are needed to evaluate androgen-specific function in male CVD so that better conclusions can be established.

As doenças cardiovasculares (DCV) representam atualmente o principal grupo de causa de morte no Brasil. Os homens morrem mais de doença arterial coronariana e possuem níveis mais elevados de testosterona do que as mulheres. No entanto, estudos recentes indicam que os andrógenos podem ter efeito benéfico e/ou neutro no sistema cardiovascular masculino. Baixos níveis de testosterona endógena têm sido relacionados à presença de vários componentes da síndrome metabólica, incluindo dislipidemia, obesidade visceral, hipertensão arterial sistêmica e estados pró-trombóticos. Os dados da relação entre testosterona e reatividade vascular, aterosclerose e mortalidade cardiovascular nos homens são escassos, com os resultados de estudos disponíveis apresentando contradições. Grandes estudos randomizados e prospectivos são necessários para avaliar a função específica dos andrógenos nas DCV masculinas, para que melhores conclusões possam ser estabelecidas.
Assunto Testosterone
men
cardiovascular diseases
atherosclerosis
coronary artery disease
Testosterona
homens
doenças cardiovasculares
aterosclerose
doença da artéria coronariana
Idioma Português
Data 2009-11-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia. Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, v. 53, n. 8, p. 915-922, 2009.
ISSN 0004-2730 (Sherpa/Romeo)
Editor Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Extensão 915-922
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27302009000800004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27302009000800004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/5330

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27302009000800004.pdf
Tamanho: 476.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta