Implantes extraorais em pacientes irradiados

Implantes extraorais em pacientes irradiados

Título alternativo Extraoral implants in irradiated pacients
Autor Oliveira, Joaquim Augusto Piras de Google Scholar
Abrahão, Márcio Autor UNIFESP Google Scholar
Dib, Luciano Lauria Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade Paulista
Resumo The aim of this study is to analyze the success of extraoral osseointegrated implants used to support designed to rehabilitate craniofacial deformities. METHOD: This study was based on the retrospective assessment of charts from 59 patients submitted to cancer surgery and who received 164 extraoral implants to contain facial prosthesis. RESULTS: Among 164 implants, 42 were fixed in previously irradiated regions. Eight of the implants did not have osseointegration; and from these, two were fixed in irradiated bone. The result show 116 (95.1%) successfully osseointegrated implants in non-irradiated sites. The success rate among 42 implants fixed in previously irradiated bones was 40 (95.3%) osseointegrated implants. CONCLUSION: The use of extraoral craniofacial implants represents a safe and effective approach to treat facial deformities as a support for the rehabilitation prosthesis. Radiotherapy treatment does not prevent osseointegration.

O objetivo deste trabalho foi avaliar o resultado da osseointegração de implantes extraorais lemento de suporte e retenção de próteses nas reabilitações de deformidades faciais. MÉTODO: Estudo retrospectivo de prontuários de 59 indivíduos operados de câncer, submetidos a 164 implantes para retenção de prótese facial. RESULTADOS: Dos 59 indivíduos, 14 foram previamente irradiados e receberam 42 implantes. Quarenta e cinco indivíduos não foram irradiados e receberam 122 implantes. Do total de 164 implantes, oito não osseointegraram, dos quais dois foram instalados em osso previamente irradiados. O resultado representou o sucesso de 116 (95,1%) implantes osseointegrados nos indivíduos não irradiados. E sucesso de 40 (95,3%) implantes osseointegrados em ossos irradiados. CONCLUSÃO: Concluiu-se que o uso de implantes extraorais é uma técnica segura e eficaz como suporte e retenção para próteses faciais em indivíduos com deformidades nessa região. A radioterapia não impede a osseointegração.
Assunto osseointegration
implants
radiotherapy
próteses e implantes
radioterapia
Idioma Português
Data 2013-04-01
Publicado em Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial, v. 79, n. 2, p. 185-189, 2013.
ISSN 1808-8694 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Extensão 185-189
Fonte http://dx.doi.org/10.5935/1808-8694.20130033
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000318531700010
SciELO S1808-86942013000200010 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7711

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1808-86942013000200010.pdf
Tamanho: 278.5Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta