Therapeutic exercises for the control of temporomandibular disorders

Therapeutic exercises for the control of temporomandibular disorders

Autor Moraes, Alberto da Rocha Autor UNIFESP Google Scholar
Sanches, Monique Lalue Autor UNIFESP Google Scholar
Ribeiro, Eduardo Cotecchia Autor UNIFESP Google Scholar
Guimaraes, Antonio Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo INTRODUCTION: Temporomandibular disorder (TMD) is a multifactorial disease. For this reason, it is difficult to obtain an accurate and correct diagnosis. In this context, conservative treatments, including therapeutic exercises classified as stretching, relaxation, coordination, strengthening and endurance, are oftentimes prescribed. OBJECTIVE: Thus, the aim of the present article was to conduct a literature review concerning the types of exercises available and the efficacy for the treatment of muscular TMD. METHODS: The review included researches carried out between 2000 and 2010, indexed on Web of Science, PubMed, LILACS and BBO. Moreover, the following keywords were used: Exercise, physical therapy, facial pain, myofascial pain syndrome, and temporomandibular joint dysfunction syndrome. Studies that did not consider the subject TMD and exercises, used post-surgery exercises and did not use validated criteria for the diagnosis of TMD (RDC/TMD) were not included. RESULTS: The results comprised seven articles which proved therapeutic exercises to be effective for the treatment of muscular TMD. However, these studies are seen as limited, since therapeutic exercises were not applied alone, but in association with other conservative procedures. In addition, they present some drawbacks such as: Small samples, lack of control group and no detailed exercise description which should have included intensity, repetition, frequency and duration. CONCLUSION: Although therapeutic exercises are considered effective in the management of muscular TMD, the development of randomized clinical trials is necessary, since many existing studies are still based on the clinical experience of professionals.

INTRODUÇÃO: a disfunção temporomandibular (DTM) é uma doença multifatorial, geralmente com evolução benigna. Por esse motivo, é difícil a obtenção de um diagnóstico inicial preciso e correto, levando a um consenso na prescrição de tratamentos conservadores, entre eles, os exercícios terapêuticos, que são classificados em exercícios de alongamento, relaxamento, coordenação, fortalecimento e resistência. OBJETIVO: o objetivo desse estudo foi realizar uma revisão de literatura dos trabalhos que apresentam os tipos de exercícios disponíveis e sua eficácia para o tratamento das DTM musculares. MÉTODOS: foi feito um levantamento bibliográfico, de 2000 a 2010, nas bases se dados Web of Science, PubMed, LILACS e BBO, cruzando os seguintes descritores: exercise, physical therapy, facial pain, myofascial pain syndrome e temporomandibular joint disfunction syndrome. Foram excluídos os trabalhos que não consideravam o tema exercícios e DTM, utilizavam exercícios pós-cirúrgicos e que não utilizavam critérios validados para o diagnóstico da DTM (RDC/TMD). RESULTADOS: resultaram sete artigos, que mostraram que os exercícios terapêuticos foram efetivos para o tratamento de DTM muscular. No entanto, uma das limitações desses estudos foi a não utilização exclusiva dos exercícios durante o tratamento, mas sim sua associação com outros procedimentos conservadores. Outras dificuldades apresentadas foram as amostras pequenas, a falta de grupo controle e a não descrição minuciosa da realização do exercício quanto à intensidade, número de repetições, frequência e duração. CONCLUSÃO: apesar dos exercícios terapêuticos apresentarem eficácia no controle da DTM muscular, é necessário o desenvolvimento de ensaios clínicos randomizados sobre o assunto, pois, muitos dos trabalhos existentes ainda são baseados na experiência clínica do profissional.
Assunto Temporomandibular joint dysfunction syndrome
Myofascial pain syndromes
Physical therapy modalities
Exercise
Síndrome da disfunção da articulação temporomandibular
Síndromes da dor miofascial
Modalidades de fisioterapia
Exercício
Idioma Inglês
Data 2013-10-01
Publicado em Dental Press Journal of Orthodontics. Dental Press International, v. 18, n. 5, p. 134-139, 2013.
ISSN 2176-9451 (Sherpa/Romeo)
Editor Dental Press International
Extensão 134-139
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S2176-94512013000500022
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S2176-94512013000500022 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/7987

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S2176-94512013000500022.pdf
Tamanho: 101.0Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta